Conteúdo publicado há 5 meses

Família processa Google após homem cair de ponte nos EUA ao usar o Maps

O Google foi processado pela família de um homem que caiu de uma ponte nos Estados Unidos ao seguir a rota do Maps. Ele morreu no acidente.

O que aconteceu

A família acusa a empresa de negligência. Acidente ocorreu em setembro do ano passado, quando Philip Paxson caiu em um córrego enquanto seguia instruções de caminho para atravessar uma ponte que foi destruída há cerca de 10 anos.

"Nenhum resultado pode trazer a vida do Phil de volta ou começar a preencher o vazio que ele deixou em nossos corações, mas eu vou continuar lutando para responsabilizar os culpados pela morte dele e garantir que não aconteçam mais perdas de vida sem sentido", afirmou Alicia Paxson, mulher de Philip, em publicação no Facebook.

Além do Google, a família da vítima também citou várias empresas responsáveis por administrar os terrenos de propriedades privadas por onde Philip passou e onde o acidente ocorreu, segundo informações da AP.

Em nota enviada ao jornal The Guardian, o Google disse que se solidariza com a família de Philip. "Nosso objetivo é fornecer informações precisas de rotas no Maps e estamos analisando esse processo", diz o comunicado.

Os advogados família dizem que várias pessoas tentaram sinalizar a ponte destruída para o Google. Uma das medidas tomadas foi enviar notificações por e-mail ao recurso de sugestões de edições de conteúdos da empresa, em 2020, mas a defesa afirma que nunca houve resposta.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora