Conteúdo publicado há 3 meses

Kotscho: Lula visita o maior inimigo do meio ambiente antes da COP 28

O comentarista Ricardo Kotscho afirmou no UOL News que a visita do presidente Lula (PT) ao príncipe saudita Mohammed bin Salman, em Riad, na Arábia Saudita, representa um encontro com o maior inimigo do meio ambiente antes da COP 28, que busca tratar justamente sobre soluções para a crise climática global.

Vamos usar a palavra certa para falar do príncipe saudita: é um grande ditador, que é o maior produtor mundial de petróleo e, portanto, é o maior poluidor do mundo. O momento [para esse encontro] tá errado. Foi o pior momento que ele [Lula] poderia escolher antes de começar a COP. Quer dizer, a caminho da COP ele vai visitar o maior inimigo da COP. Ricardo Kotscho, comentarista do UOL News

Estão se discutindo a tragédia do clima, novas energias. A Amazônia, um grande tema da COP, o Lula acaba desviando o assunto para outras coisas. Essa viagem veio no pior momento, porque a política é feita também de símbolos e esse símbolo não ajuda. Ricardo Kotscho, comentarista do UOL News

Kotscho comenta ainda sobre as críticas que o presidente brasileiro está recebendo, em um cenário em que o foco deveria ser apenas a COP e a Amazônia.

Ele está apanhando aqui da imprensa no Brasil e pode com isso estragar uma viagem que prometia ser muito importante para o país por causa da Amazônia, que deveria ser o foco central de toda a atividade do Lula nessa viagem. Ricardo Kotscho, comentarista do UOL News

Nada poderia ser pior nesse momento. O momento foi infeliz. Gostaria de saber o que o Itamaraty está achando disso tudo. Ricardo Kotscho, comentarista do UOL News

Não há inconveniente em Lula receber presente da Arábia Saudita, diz ex-embaixador

O ex-embaixador do Brasil, Sergio Florencio, afirmou no UOL News que não há inconveniente no encontro do presidente Lula com o príncipe saudita, nem mesmo se ele recebesse presentes como ocorreu com o ex-presidente Jair Bolsonaro, sendo alvo de investigações.

Continua após a publicidade

O fato dele estender o caminho da COP 28 e ter esse encontro com o Mohammed bin Salman, líder da Arábia Saudita, país que representa o petróleo por excelência e, em certo sentido, contrário as aspirações ambientais da humanidade, eu vejo com naturalidade. Por quê? Porque eu acho que as relações entre os países são regidas por princípios e componentes pragmáticos. Sergio Florencio, ex-embaixador do Brasil

Não vejo nenhuma razão para o presidente Lula não receber um presente do líder saudita, porque isso é um gesto normal que marca uma relação amistosa entre países. Eu não veria nenhum inconveniente em o presidente Lula receber um presente do líder saudita. Sergio Florencio, ex-embaixador do Brasil

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Veja a íntegra do programa:

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes