Conteúdo publicado há 1 mês

Menina vestida de princesa vai à escola sozinha e diz que mãe 'não acorda'

Uma menina de 5 anos conseguiu salvar a vida da própria mãe após ir sozinha à escola e avisar que sua genitora "não consegue acordar". O caso ocorreu no País de Gales e ganhou repercussão internacional.

O que aconteceu

Poppy Davies percebeu que a mãe, Leisha, não conseguia acordar, colocou um vestido de princesa e foi pedir ajuda na escola. Ao chegar na instituição de ensino, a criança falou para a professora: "a mamãe está no chão e não consigo acordá-la". As informações são do The Mirror.

Dois professores foram até a casa da mãe da criança e a encontraram inconsciente em seu quarto porque ela havia sofrido um desmaio na noite anterior. Semanas antes de passar mal, Leisha foi submetida a uma cirurgia de intestino e, após retomar sua rotina de trabalhos, passou a se sentir mal e estava com partes do corpo inchadas.

Leisha havia sofrido um choque séptico e foi salva graças à atitude da filha de pedir socorro. Ela foi socorrida por uma ambulância para o Hospital Universitário Grange, em Cwmbran, e a equipe médico constatou que apenas 15% de um dos pulmões dela estava funcionando. A mulher foi colocada em coma induzido e precisou respirar por meio de uma ECMO (oxigenação por membrana extracorpórea).

A mulher ficou desacordada e afirma que a filha salvou sua vida — ela segue se recuperando, mas não corre mais risco de morte. "Fiquei incrivelmente orgulhosa dela. Fazia um mês que não a via por causa de tudo isso, mas quando ela veio me ver, eu desabei completamente. Pensei comigo mesma que ela parecia tão adulta e me senti como se tivesse perdido muitas coisas, mas estava grata por estar aqui, por minha filha ter uma mãe e minha mãe ter uma filha. Foi muito emocionante", declarou em entrevista ao Wales Online.

Eu sempre digo para (Poppy): 'você é minha heroína, você salvou a vida da mamãe'. Ela gostou quando eu disse isso e as enfermeiras até compraram uma capa adorável para ela. A equipe do hospital foi absolutamente fenomenal.

Deixe seu comentário

Só para assinantes