Conteúdo publicado há 1 mês

Biden parabeniza Trump por aniversário e diz: 'A idade é só um número'

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, parabenizou o rival na disputa pela Casa Branca, o republicano Donald Trump, pelo aniversário de 78 anos comemorado nesta sexta-feira (14).

O que aconteceu

Joe Biden escreveu a mensagem no X (antigo Twitter). "Feliz 78º aniversário, Donald. Aceite isso de um velho para outro: a idade é apenas um número", escreveu Biden na rede social. Há meses, Trump ironiza Biden e se vangloria de ser um "líder enérgico" frente a um idoso de 81 anos.

O atual presidente também acrescentou que "esta eleição, no entanto, é uma escolha". Na postagem, ele adicionou um vídeo enumerando as diferenças dos dois nos temas de aborto e combate às mudanças climáticas.

Biden também indicou as ligações de Trump com o ataque ao Capitólio, em janeiro de 2021. O republicano é acusado de incitar os seus apoiadores. Seja Biden ou Trump o vencedor das eleições de 5 de novembro, tanto um quanto o outro será o presidente norte-americano mais idoso a prestar juramento no cargo.

Republicano não respondeu à postagem de Biden. Trump celebrará seu aniversário com uma grande festa em um salão muito próximo de Mar-a-Lago, sua luxuosa residência na Flórida. "Junte-se a nós para celebrar o aniversário do MELHOR PRESIDENTE de todos os tempos", lê-se no cartão de convite, que pede aos convidados que se vistam com as cores da bandeira norte-americana.

Pesquisas indicam que os norte-americanos acham Biden velho demais para um segundo mandato em comparação com os que reclamam da idade de Trump. Biden objetivamente dá sinais recorrentes de fadiga: seu andar está cada vez mais rígido e ele aparenta estar desorientado em certas ocasiões. Os vídeos em que o presidente americano aparece se afastando, abatido, de um grupo de líderes do G7, tropeçando ou gaguejando são amplamente compartilhados nas redes sociais.

Mas, nos últimos meses, Donald Trump também confundiu os nomes de várias cidades e dirigentes. Ele também alertou que o mundo estava caminhando para uma Segunda Guerra Mundial, ao invés da terceira, e fez afirmações desconexas.

Erros e tremores

Trump teria classificado Milwaukee, uma cidade estratégica em muitos aspectos para as eleições norte-americanas, de "horrível". A fala teria ocorrido em uma reunião a portas fechadas com congressistas republicanos na quinta-feira (13) e provocou uma enxurrada de críticas e questionamentos.

Continua após a publicidade

A equipe de campanha de Biden usa vídeos com "deslizes" de Trump para atacá-lo. Como exemplos dos deslizes estão alguns vídeos em que ele se agarra a um corrimão para não escorregar ou treme enquanto bebe um copo d'água.

Por ocasião do aniversário de Trump, o grupo aliado ao presidente democrata publicou um comunicado nesta sexta-feira. O texto foi acompanhado de uma fotografia de grande formato e muito pouco favorecedora do republicano em que ele aparece suando, com as bochechas vermelhas e dá sinais de abatimento.

Porta-voz da equipe de campanha de Biden chama Trump de "delinquente". "Feliz aniversário, Donald. Você é um delinquente, um fracassado, um impostor e uma ameaça para nossa democracia", afirmou James Singer em comunicado. "Em nome dos Estados Unidos, aqui está um presente antecipado para seu 79º aniversário: vamos garantir que você nunca volte a ser presidente", afirmou.

'Zumbi'

Comentários irritaram a equipe de Trump, que reagiu. Eles descreveram Joe Biden como "fraco e incompetente". "Ele é um zumbi com morte cerebral", afirmou uma porta-voz em uma declaração à AFP.

Os debates sobre a idade dos presidentes americanos não são novidades. Durante o segundo mandato de Ronald Reagan, alguns analistas já se perguntavam sobre a deterioração de suas capacidades intelectuais. O ex-presidente americano Jimmy Carter fez soar o alarme ao expressar, em uma mensagem em 1994, a preocupação com o "perigo" que representava para os Estados Unidos uma eventual "doença neurológica" afetar as capacidades de um mandatário.

Deixe seu comentário

Só para assinantes