Baleia-azul não é suicida; saiba mais sobre o animal que dá nome ao jogo

André Carvalho

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images

    A baleia-azul pode chegar a pesar 177 toneladas, sendo maior animal do mundo

    A baleia-azul pode chegar a pesar 177 toneladas, sendo maior animal do mundo

Maior animal a viver na Terra. Mais ruidoso animal da natureza. Uma espécie que já foi abundante nos mares, mas quase foi extinta. São várias as características que fazem da baleia-azul um animal especial.

O que faz este mamífero estar na boca do povo, porém, não é nenhuma de suas características físicas ou comportamentais, e sim um polêmico desafio chamado "Jogo da baleia-azul". O jogo tem levado adolescentes a automutilações e até mesmo ao suicídio. Ele teria surgido na Rússia em 2015 e chegou ao Brasil nas últimas semanas.

Ao nomear de 'baleia-azul' o jogo, os criadores teriam feito referência às supostas tendências suicidas das baleias, que voluntariamente procurariam encalhar em praias com o intuito de se suicidar.

Mas , de acordo com o biólogo Nelson Castro, supervisor de Biologia na rede de cursinhos pré-vestibulares Anglo, tal informação não procede. "Elas não são suicidas. Não mesmo. A ciência não aceita essa hipótese", afirma.

Castro explica que os encalhes de baleias em praias têm aumentado por conta da maior preservação destes mamíferos, que fez com que o número delas aumentasse em todo o mundo, gerando, consequentemente, um aumento dos acidentes.

Tais encalhes, porém, não são voluntários. "Encalhar como forma de suicídio, isso realmente não existe, não existe comprovação nenhuma. Quem inventou o jogo não era um biólogo", diz Castro.

"O encalhe pode ocorrer por conta de uma falha em seu sistema de ecolocalização causado pela poluição dos mares ou pelos ruídos das hélices dos barcos. Também há a possibilidade desta desorientação ser causada por parasitas no interior delas. As causas exatas não são conhecidas, mas suicídio não é"

Nelson Castro, biólogo

Mesmo que involuntário, acrescenta o biólogo, encalhes de baleias-azuis não são comuns, dado a enormidade de sua estrutura física. "É mais comum que isso ocorra com golfinhos e baleias menores, como as jubartes e as cachalotes".

O maior animal do planeta Terra

Para o biólogo Nelson Castro, a escolha de uma animal como a baleia-azul para nomear um jogo que pode incentivar o suicídio de adolescentes causa estranheza. "É gozado o jogo usar a baleia azul como referência. Trata-se de um animal dócil e não é o mais vinculado com encalhes".

O mamífero, que pode chegar a pesar até 177 toneladas e medir 30 metros, é o maior animal que já habitou a Terra, superando até mesmo o maior de todos os dinossauros, o argentinossauro, que podia pesar 90 toneladas.

Outra característica marcante do animal é a altura do som que ele pode emitir, de até 188 decibéis –mais forte que o som de um avião a jato. Trata-se, portanto, do animal mais ruidoso do planeta. O mamífero também pode ficar até uma hora sem respirar, graças a seu enorme pulmão, que tem capacidade para 5.000 litros de ar. Ao soltar o ar, o jato d'água expelido pela baleia pode alcançar 9 metros de altura.

Numerosos no passado, estes animais quase foram extintos no início do seculo 20 por conta da disseminação da caça com canhões de arpão. Antes disso, por serem muito grandes e velozes --as baleias-azuis podem nadar em uma velocidade de até 50 km/h-- a caça desta espécie de baleia era mais incomum.

Após a restrição da caça adotada pela maioria dos países do mundo, a população voltou a crescer. Hoje, elas habitam as águas frias do Pacífico e Antártida.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos