Operação contra vereadores de Guarulhos (SP) foi "louvável", diz presidente da Câmara

Do UOL Notícias*

Em São Paulo

O presidente da Câmara Municipal de Guarulhos, vereador Alan Neto (PSC), qualificou de “louvável” a operação realizada na manhã desta sexta-feira (16) pela Polícia Civil e pelo Ministério Público contra vereadores suspeitos de desviarem dinheiro por meio do uso de notas frias. Na operação, que apura desvios feitos em 2005 e 2006, foram realizadas vistorias e apreensões nas casas de 12 vereadores e cinco ex-vereadores.

Entre os suspeitos, está o próprio presidente da Casa e dois membros da mesa diretora, Paulo Roberto Cecchinato e Wagne de Freitas.

“A Câmara Municipal acredita que o inquérito possibilitará o esclarecimento de qualquer dúvida existente sobre a conduta dos vereadores e o uso de verbas públicas. O Legislativo guarulhense considera ainda louvável a ação do Ministério Público e da Polícia que cumprem com seu papel de investigar e elucidar quaisquer que sejam as denúncias apresentadas”, diz, Alan Neto, em nota.

Durante as buscas foram apreendidos computadores, documentos e notas de compra. As investigações tiveram início em outubro de 2006. Segundo a promotoria, os vereadores usavam notas frias para justificar o uso da verba de R$ 5.000 por mês disponível para funcionamento e manutenção dos gabinetes.

O MP aponta que os vereadores apresentaram notas frias de compra de selo dos Correios totalizando R$ 389 mil e outras notas fornecidas por uma papelaria no valor total de R$ 195 mil. O fornecedor da nota ficava com 10% do valor.

*Com informações da Folha.com

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos