PUBLICIDADE
Topo

Política

Em protesto em frente ao Ministério do Planejamento, sem-terra pedem rapidez na reforma agrária

Lourenço Canuto

Da Agência Brasil, em Brasília

19/04/2012 12h31

Manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) disseram que passarão o dia no estacionamento do Ministério do Planejamento. Eles seguram faixas em que cobram do governo federal rapidez na reforma agrária.

Eles reclamaram, com o uso de um carro do som, do contingenciamento de recursos para a reforma agrária e pediram agilidade no assentamento dos 170 mil acampados sem terra, em todas as regiões do país.

Os manifestantes aguardam resposta do governo federal às suas reivindicações. Na terça-feira (17), o ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, informou a representantes do movimento que eles receberão resposta na tarde de hoje (19).

Por volta das 8h30, trabalhadores rurais seguiram em marcha pelo Eixo Monumental até chegar ao Ministério do Planejamento. A atividade faz parte da mobilização conhecida como Abril Vermelho.

Política