'A jararaca está viva': veja as melhores frases de Lula se defendendo

Do UOL, em São Paulo

"Se quiseram matar a jararaca, não fizeram direito, pois não bateram na cabeça, bateram no rabo, porque a jararaca está viva." Essa foi uma das frases do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em seu pronunciamento na tarde desta sexta-feira (4), na sede nacional do PT, em São Paulo. Após a declaração, a militância o ovacionou gritando que estava mais vivo do que nunca.

Lula depôs pela manhã em uma dependência da Polícia Federal no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, conduzo coercitivamente durante a 24ª fase da Operação Lava Jato - neste estágio, o ex-presidente está sendo investigado por suspeita de ter amealhado patrimônio de forma ilegal.

Em tom inflamado, Lula fez a sua defesa e a de sua família, assim como a do PT. Veja as principais frases:

"Espetáculo de pirotecnia"

Era só ter feito uma convocação normal que eu iria depor. Mas eles preferiram utilizar a prepotência, a arrogância. Um show e um espetáculo de pirotecnia."

"Quem vai me dar um apartamento?"

"Um apartamento que não é meu e dizem que é meu. Ao final do processo, eu quero ver quem vai me dar o apartamento. Alguém vai ter que me dar, e alguém me dar a chácara. Quando estiver em meu nome, vou ter a escritura e vou ter de orgulho de ter."

"Queria dar um iate para ela"

"Estou vendo um país sendo vítima de um espetáculo midiático, e que coloca como corrupção um barco de R$ 4 mil da dona Marisa. Eu, se pudesse, dava um iate para ela. Todo mundo se preocupando com o pedalinho de R$ 2 mil que ela comprou para os netos. 

Candidatura em 2018

Não sei se serei candidato em 2018, não sei, a natureza às vezes é implacável com a gente quando se ultrapassa os 70 (anos de idade). Mas como a ciência também avançou, e a ciência avançou, e essas coisas todas que eu faço aumentam a minha tensão de participar. Estou disposto a fazer isso de novo."

Minha vida é andar (de novo) por este país

"A partir da semana que vem, quem quiser um discursinho do Lula, é só acertar a passagem de avião - não de ônibus, porque demora muito. Estou disposto a andar por este país."

Comparação de biografias

"Antes dele (do juiz Sergio Moro), nós já éramos democratas. Enquanto muitos deles não faziam nada, a gente estava lutando para que esse país conquistasse o direito de liberdade de expressão, o direito de uma imprensa livre, o direito de candidatura, de criação de partido político, de direito de greve."

Sobre suposto prejulgamento da imprensa

"Antigamente você tinha a denúncia de um crime, investigava se havia aquele crime e prendia o criminoso. Hoje a primeira coisa que você faz é determinar quem é o criminoso. Depois que você nominou o criminoso, colocou a cara dele na imprensa, você então vai criar os crimes que ele cometeu."

"Prejulgamento"

"Eu jamais me recusaria a prestar depoimento aqui. A minha briga com o Ministério Público Estadual era porque o procurador já fez um prejulgamento. E se ele já tinha prejulgado, não havia por que eu ir prestar o depoimento no Ministério Público Estadual.  

Críticas a Sergio Moro

"O Moro (juiz Sergio Moro, da Justiça Federal no Paraná, que autorizou a condução coercitiva e a busca e apreensão de documentos) não precisaria ter mandado uma coerção da Polícia Federal na minha casa de manhã, na casa dos meus filhos, na casa de companheiros." 

Sobre Marisa e os filhos

"Enquanto nenhum desses que foram na minha casa trabalhavam, com 11 anos a Marisa já era empregada doméstica. Eu acho que ela merecia respeito."

"Não há nenhuma explicação de por que foram atrás dos meus filhos. Nenhuma explicação, a não ser o fato de eles serem meus filhos."

"Criminalizar o Lula"

"Hoje, nesse país, ser amigo do Lula parece que virou uma coisa perigosa: 'É preciso criminalizar o PT, é preciso criminalizar o Lula, porque esses caras podem querer continuar no governo'."

"Sou tribom"

"Eu deixei a Presidência da República e achei que tinha cumprido com a minha tarefa. E, ao eleger a Dilma, eu tinha consagrado a minha vida. Presidente bom é aquele que se reelege. E bibom é aquele que faz sucessor. Eu já me considerava bibom e fiquei tribom quando reelegemos a Dilma."

"Me senti prisioneiro"

"Eu me senti prisioneiro hoje de manhã. Já passei por muitas coisas na minha vida, eu não sou homem de guardar ressentimento ou mágoa, mas nosso país não pode continuar assim, não pode continuar amedrontado."

 

"Sou o conferencista mais caro do mundo"

  •  

"Eu virei um conferencista importante. Ninguém queria que eu discutisse o sexo dos anjos, as pessoas queriam que Lula falasse dos milagres que fizemos no Brasil. 'Qual o milagre que vocês fizeram?', era isso que as pessoas queriam saber. E por isso me transformei no conferencista mais caro do mundo."

"Fui o mais presenteado da história"

"Eles agora querem saber do acervo do Lula. Poderia ter querido saber do acervo antes de me comprometer com essas tranqueiras todas. Vocês sabem o que é alguém sair da Presidência com 11 contêineres de acervo sem ter onde pôr? Com cadeira, com trono, com papel, com tudo que se pode imaginar? É uma coisa de domínio público, mas ninguém me paga por isso."

Indignação

"Eu fiquei indignado com esse processo de suspeição."

"Uso chácara de um amigo porque não tenho uma"

 "As pessoas se preocupam porque eu estou utilizando a chácara de um amigo. Eu uso a (chácara) de um amigo porque os inimigos não me oferecem. Bem que a Globo poderia me oferecer o tríplex em Paraty (RJ), que eu gostaria."

 

Confira a íntegra do pronunciamento de Lula

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos