Processo de impeachment

'Falsas tabelas não vão enganar os parlamentares', diz presidente do PT

Flávio Costa

Do UOL, em Brasília

  • Flávio Costa/UOL

    Rui Falcão, presidente do PT, concede entrevista em Brasília

    Rui Falcão, presidente do PT, concede entrevista em Brasília

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirmou na tarde desta quinta-feira (14) que acredita que "os parlamentares não vão se deixar levar, no próximo domingo, por falsos prognósticos e falsas tabelas".

Em pronunciamento à imprensa, Falcão declarou ainda que o golpe está em curso comandado, segundo ele, pelo vice-presidente Michel Temer, "que conspira há algum tempo e trai sua companheira de chapa", pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha, "que é réu em vários processos". Para Falcão, ambos estão associados a políticos de oposição que "querem usurpar o voto popular".

"Quem não respeita o voto popular vai mergulhar o país no caos e na instabilidade permanente", declarou Falcão.

Ele afirma estar seguro que o processo de impeachament será barrado pela Câmara e que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva estará ao lado da presidente Dilma, na segunda-feira (18), para ajudá-la a trabalhar pelo país. "Estamos convencidos que não vai ter golpe."

Temer e Cunha não haviam se manifestado sobre as declarações de Falcão até a noite desta quinta-feira.

Respeito

"Nenhum documento a favor da democracia pode ser desvalorizado por retirada de de assinaturas ou acréscimo, o que importa é o conteúdo", afirmou Falcão.  Ele se referia ao texto protocolado na Câmara por uma deputada do PCdoB que trazia a assinatura de 186 deputados "em favor da democracia".

"Eu tenho certeza que haverá parlamentares de todos os partidos que virá ao encontro da gente para nos ajudarmos na retomada da crescimento econômico", afirmou Falcão sobre a possibilidade do PMDB voltar a ser da base aliada do governo Dilma, caso o processo de impeachment seja barrado na Câmara, 

 Ao se dizer confiante na não aprovação da continuidade do processo de impeachment, Falcão informou que a executiva nacional e o diretório nacional do PT vão se reunir nas próximas segunda (18) e terça (19). As reuniões em São Paulo vão discutir sobre a nova política econômica que será adotada pelo governo Dilma. Ele afirmou que Dilma passará a seguir os conselhos de Lula

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos