Alan Marques/Folhapress

Processo de impeachment

Aécio diz que Temer "não tem que se preocupar com popularidade"

Ricardo Marchesan

Do UOL, em Brasília

  • André Dusek/Estadão Conteúdo

    Aécio voltou a dizer que o PSDB vai apoiar o governo Temer, independentemente de cargos

    Aécio voltou a dizer que o PSDB vai apoiar o governo Temer, independentemente de cargos

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) disse que o vice-presidente Michel Temer "não tem que se preocupar com a popularidade", ao tomar medidas que possam não agradar a população em um eventual do peemedebista.

Durante a sessão do Senado que votará o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, Aécio defendeu que Temer faça um ajuste fiscal e "enfrente questões" como a previdenciária, a "modernização da legislação trabalhista" e uma reforma política que limite o número de partidos.

O presidente do PSDB voltou a dizer que seu partido vai apoiar o governo Temer, independentemente de cargos, e que preferia que "isso ocorresse sem ministros do PSDB no governo", mas que não vai "criar dificuldades" caso Temer indique ministros tucanos.

"Apoiar esse governo para que faça as reformas que nós faríamos. Estimular este governo para que tome as medidas que nós tomaríamos. Para que enxugue o Estado como nós enxugaríamos. Para que coloque pessoas qualificadas como nós colocaríamos", disse Aécio.

O senador afirmou que, se Temer tomar medidas pensando nas eleições de 2018, "cometerá um grande equívoco".

"Ele [Temer] tem que se preocupar em passar para a história como o presidente que teve coragem em, aproveitando um momento que o destino lhe ofereceu, para fazer aquilo que o governo do PT não fez", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos