Dilma diz que sacrificou cachorro por orientação de veterinário

Do UOL, em São Paulo

  • Sergio Lima/Folhapress - 4.dez.2010

    A ex-presidente Dilma Rousseff caminha na península dos Ministros, área nobre de Brasília, com o cachorro Nego

    A ex-presidente Dilma Rousseff caminha na península dos Ministros, área nobre de Brasília, com o cachorro Nego

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) declarou nesta segunda-feira (12) que sacrificou um dos seus cães de estimação seguindo orientação veterinária.

Em nota, Dilma afirmou que o labrador Nego, de 14 anos, "foi diagnosticado pelo veterinário como portador de mielopatia degenerativa canina". A doença crônica atinge principalmente cães de grande porte, que passam a ter dificuldade para se locomover.

"Há dois meses, o médico recomendou que fosse abreviado o sofrimento do cão, um dos prediletos de Dilma. Relutante, ela adiou a decisão até pouco antes de deixar o Palácio da Alvorada, na semana passada, e mudar-se para Porto Alegre", diz o comunicado.

O cão tinha cerca de 1,70m e foi dado a Dilma pelo ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, em 2005. Dilma cria outros quatro animais: os labradores Boni, Galego e Princesa e a cadela Fafá, todos adotados, segundo a nota.

"Fafá permanece com uma das tias da ex-presidente, que a levou para Belo Horizonte, onde vai ficar até que Dilma a transfira para Porto Alegre, em novembro. Já a labradora Princesa está com o ex-marido de Dilma, o advogado Carlos Araújo, em Porto Alegre. Quanto aos outros cães –-os labradores Boni e Galego--, Dilma optou por deixá-los com amigos que vivem em Brasília, porque não havia como levar os dois para morar no apartamento que tem em Porto Alegre."

Abandono

No comunicado, a ex-presidente negou que o cão que foi sacrificado tenha sido abandonado. A informação foi divulgada no último sábado (10) pelo colunista político Cláudio Humberto.

Segundo ele, funcionários do Palácio da Alvorada ficaram revoltados com a morte de Nego e afirmaram que o animal "tinha condições de sobrevida digna, até sua morte natural".

A notícia do suposto abandono foi reproduzida por outros blogs e sites e circulou nas redes sociais durante o fim de semana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos