Candidato na Câmara, Bolsonaro pede que deputados votem com coração e razão

Nathan Lopes

Do UOL, em Brasília*

  • Nilson Bastian/Câmara dos Deputados

    O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ)

    O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ)

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que concorre à presidência da Câmara dos Deputados, pediu aos deputados nesta quinta-feira (2) que "votem com o coração e a razão, e não em nome de grupos específicos".

Ele também criticou a falta de independência da casa em relação aos outros Poderes. "O Poder Legislativo se encontra subserviente ao Executivo e submisso ao Judiciário", afirmou. Ele citou exemplos de casos em que o STF teria legislado no lugar dos deputados, como a decisão que corre no Supremo sobre o porte de drogas.

Esta não é a primeira vez que Bolsonaro concorre à presidência da Câmara dos Deputados. Conhecido pelas questões polêmicas em que se envolve, Ele já tentou o cargo outras duas vezes, em 2005 e 2011, ambas sem sucesso.

No ano passado, o Conselho de Ética da Câmara decidiu por 11 votos a um arquivar a representação que pedia a cassação do mandato de Bolsonaro por ele ter defendido em plenário a memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, um dos principais símbolos da repressão durante a ditadura militar.

Em abril, ao votar a favor do processo de impeachment de Dilma Rousseff, Bolsonaro elogiou a memória do coronel, morto em 2015.

Oficial do Exército, ele já está em seu sétimo mandato como deputado e, no ano passado, começou a revelar interesse em se candidatar à Presidência da República. Com este objetivo, trocou o PP pelo PSC.

+Colaborou Paula Bianchi, no Rio

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos