Operação Lava Jato

Sede da PF em Curitiba tem princípio de incêndio

Do UOL, em São Paulo

  • Gisele Pimenta/FramePhoto/Folhapress

A sede da Polícia Federal em Curitiba teve um princípio de incêndio durante a madrugada desta segunda-feira (20). O Corpo de Bombeiros foi chamado por volta das 4h da manhã para atender uma ocorrência do subsolo e verificaram muita fumaça no local.

É no subsolo que estão detidos alguns dos envolvidos na Lava Jato, como o ex-presidente da Odebrecht Marcelo Odebrecht. Em nota, a Polícia Federal informou que não houve impacto sobre os trabalhos da operação Lava Jato.

A PF disse ainda que peritos trabalham no local para descobrir a causa do princípio de incêndio. "Em virtude disso não haverá expediente no dia de hoje", acrescentou o comunicado.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a causa do incidente pode ter sido curto-circuito nos nobreaks –aparelho geralmente usado em computadores capaz de continuar fornecendo energia mesmo após problemas na rede pública de energia.

Foram enviados dois caminhões para atender a ocorrência. A corporação informou que não havia chamas no local, por isso foram usados equipamentos de ventilação para retirar a fumaça do subsolo. A situação foi controlada por volta das 5h30.  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos