CNBB pede apuração de denúncias contra o governo pela 'defesa da ética'

Do UOL, em São Paulo

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) pediu apuração rigorosa das sobre denúncias de corrupção política acolhidas pelo Supremo Tribunal Federal. Em nota emitida nesta sexta-feira, os bispos afirmam ter reagido "com espanto e indignação" aos noticiários envolvendo as delações dos donos da JBS à PGR (Procuradoria-Geral da República).

A CNBB cobra apara que os autores dos atos ilícitos sejam responsabilizados. Sem citar nominalmente os políticos citados nas delações, o comunicado da CNBB é intitulado: "Pela Ética da Política".

"A vigilância e a participação política das nossas comunidades, dos movimentos sociais e da sociedade, como um todo, muito podem contribuir para elucidação dos fatos e defesa da ética, da justiça e do bem comum", apresenta a nota oficial.

"O desprezo da ética leva a uma relação promíscua entre os interesses públicos e privados, razão primeira dos escândalos da corrupção".

O comunicado da CNBB ressaltou palavra do Papa Francisco. "Na vida pública, na política, se não houver a ética, uma ética de referimento, tudo é possível e tudo se pode fazer" (Roma, maio de 2013). Além disso, é necessário que saídas para a atual crise respeitem e fortaleçam o Estado democrático de direito.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos