Eleições 2018

Alckmin diz ser "absolutamente natural" jantar de Doria com Maia

Mirthyani Bezerra

Do UOL, em São Paulo

  • MARCELO CHELLO/CJPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Doria recebe Rodrigo Maia em sua residência

    Doria recebe Rodrigo Maia em sua residência

O governador Geraldo Alckmin afirmou ser "absolutamente natural" as conversas que o DEM tem tido com o prefeito de São Paulo, João Doria, seu afilhado político. Ele afirmou que isso não muda em nada sua admiração pelos democratas.

Doria jantou na noite da quinta-feira (21) com o presidente da Câmara dos deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que disse ter certeza de que o DEM apoiaria uma eventual candidatura do prefeito de São Paulo à presidência da República.

O jantar foi oferecido por Doria em homenagem a Maia.

Ao ser questionado se gostaria de ter o apoio do DEM em uma eventual candidatura sua a presidência, Alckmin desconversou, mas disse ter grande respeito e admiração pelo DEM. "Vamos aguardar, porque a gente não sabe se eles (DEM) vão ter candidato ou não", disse.

Alckmin participou na Convenção Nacional do Solidariedade na manhã desta sexta-feira (22). O governador foi anunciado pelo presidente do partido, o deputado federal Paulinho da Força (SD-SP), como candidato à presidência da República.

"É natural que as pessoas conversem, que os partidos conversem. Isso é absolutamente natural", disse.

Alckmin teceu elogios à Rodrigo Maia, a quem chamou de "um dos melhores" do DEM. 

"Não muda em nada minha admiração pelos democratas. É um partido que tem programa e proposta, que sempre foi coerente. Foi grande parceiro no governo Fernando Henrique Cardoso. Quando o PT ganhou (as eleições) muita gente aderiu ao petismo e o DEM se manteve coerente, firme na oposição, com as suas propostas. É um partido grande, que está crescendo e que tem bons quadros. Um dos melhores (desses quadros) é o presidente da Câmara, o Rodrigo Maia", disse.

Além do DEM, o prefeito de São Paulo também está sendo cortejado pelo PMDB para ser candidato à presidência em 2018.

Alckmin e Doria disputam dentro do PSDB quem será o candidato do partido nas eleições de 2018. Alckmin defende que a escolha seja feita por meio de prévias, já Doria diz que a escolha deve se basear nas intenções de voto expressas nas pesquisas eleitorais.

João Doria tem afirmado não ter intenção de mudar de partido para disputar as eleições. Ele é filiado ao PSDB desde 2001. Alckmin é um dos fundadores do partido, criado no fim da década de 1980, e para algumas lideranças é considerado o primeiro da fila para ser candidato à presidência.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos