Topo

Bebianno: O desleal, coitado, vai sempre esperar o mundo desabar na cabeça

Walterson Rosa/Folhapress, PODER
Ministro Gustavo Bebianno Imagem: Walterson Rosa/Folhapress, PODER

Do UOL, em São Paulo

2019-02-16T02:17:55

16/02/2019 02h17

Com sua saída do governo perto de ser formalizada - o que deve ocorrer na segunda-feira (18), segundo integrantes do Palácio do Planalto -, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, postou na madrugada de hoje uma mensagem sobre "lealdade". Menos de uma hora depois, a postagem ficou indisponível para não seguidores.

O texto, atribuído ao escritor brasileiro Edgard Abbehusen, fenômeno na internet, foi publicado por Bebianno no Instagram, rede social em cuja foto de perfil ele aparece ao lado de Bolsonaro, e replicada no Twitter.

O texto começa dizendo que "a lealdade é um gesto bonito das boas amizades. Só consegue ser amigo quem aprende a ser leal". Mais adiante, o trecho diz que "saímos de qualquer lugar com a cabeça erguida ao carregar no coração a lealdade. É ela quem conduz os passos das pessoas que jamais irão se perder do caminho".

E termina: "Uma pessoa leal, sempre será leal. Já o desleal, coitado, viverá sempre esperando o mundo desabar na sua cabeça".

Reprodução
Postagem de Gustavo Bebianno no Instragram Imagem: Reprodução

Pivô da crise dos laranjas, Bebianno esteve reunido com o presidente Jair Bolsonaro na tarde de ontem. Segundo a Folha de S.Paulo, a conversa entre eles teria sido ríspida, e o presidente, inclusive, já teria deixado o ato de exoneração assinado. Mais tarde, a aliados, o ministro disse que deixaria o governo.

Bebianno chefiava interinamente o PSL quando da campanha eleitoral de 2018, sobre a qual recaem denúncias de uso de candidatos laranjas. O caso foi revelado por uma série de reportagens da Folha de S.Paulo. Uma das suspeitas é sobre uma candidatura que recebeu R$ 400 mil do fundo eleitoral, um dos maiores repasses do partido, mas teve apenas 274 votos.

Mais Política