PUBLICIDADE
Topo

Bolsonaro volta a ser alvo de panelaços, xingamentos e pedidos de renúncia

25.mar.2020 - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em videoconferência com governadores do Sudeste - Marcos Corrêa/PR
25.mar.2020 - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em videoconferência com governadores do Sudeste Imagem: Marcos Corrêa/PR

Do UOL, em São Paulo

25/03/2020 20h43Atualizada em 25/03/2020 21h02

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi alvo de novos protestos durante a exibição da edição de hoje do "Jornal Nacional", da TV Globo. Moradores de várias capitais do Brasil foram às janelas para bater panelas e pedir a saída de Bolsonaro da Presidência.

Ontem, em pronunciamento, Bolsonaro defendeu que a rotina do País deve retornar à realidade e que a imprensa brasileira ajudou a iniciar o pânico em torno da covid-19. Ele também criticou governadores e voltou a se referir à doença, que já deixou 57 mortos no Brasil, como "gripezinha" e "resfriadinho".

Nas redes sociais, políticos, artistas e usuários do Twitter condenaram o tom adotado pelo presidente no discurso. Fernando Haddad (PT-SP), por exemplo, que disputou o segundo turno das eleições de 2018 com Bolsonaro, disse que o ex-deputado "apostou milhares de vidas e a própria Presidência" e que a atitude "vai custar caro ao País".

Confira vídeos dos protestos registrados hoje:

São Paulo

Rio de Janeiro

Rio Grande do Sul

Bahia

Política