PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
10 meses

Não defendo impeachment, mas Bolsonaro está cavando seu fosso, diz FHC

Do UOL, em São Paulo

08/06/2020 11h33Atualizada em 08/06/2020 14h31

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) confirmou hoje, mais uma vez, que é contrário aos pedidos de impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

"Não defendo impeachment do Bolsonaro por razões históricas, agora quem está cavando o fosso é ele. Daqui a pouco não tem jeito", disse o presidente no UOL Entrevista com Tales Faria e Thaís Oyama, colunistas do UOL.

Para o ex-presidente, o ideal é esperar novas eleições. "Se chegar a eleição é melhor, porque é democracia, o povo decide".

FHC diz acreditar que é necessário um cenário para que aconteça o impeachment. "Há razões alegadas que o presidente transgrediu, mas não basta isso. O impeachment não pode ser um ato político de um grupo. No caso da Dilma (Rousseff, do PT), foram criadas as condições", afirmou.

Apesar de citar o impeachment sofrido pela petista em 2016, que teve o apoio do tucano, FHC lembrou que a ex-presidente não saiu por corrupção. "A Dilma, que eu saiba, nunca se meteu em corrupção, sempre me tratou bem", disse. A petista deixou o cargo por causa de "pedaladas fiscais".

Política