PUBLICIDADE
Topo

Cármen Lúcia: "Não há Poder acima do outro, e Forças Armadas não são Poder"

Do UOL, em São Paulo

24/06/2020 17h10

A ministra do STF (Supremo Tribunal Federal) Cármen Lúcia disse, na tarde de hoje, que não existe Poder acima do outro e reafirmou que as Forças Armadas não são Poder.

Cármen Lúcia participou do "Conversas na Crise - Depois do Futuro", videoconferência organizada pelo Instituto de Estudos Avançados (IdEA), da Unicamp, em parceria com o portal UOL.

"As Forças Armadas têm tido comportamento, hoje, desde a Constituição, muito coerente com as funções atribuídas de resguardo do Estado brasileiro. Não da institucionalidade, nem de moderação entre os poderes. Cumprem as funções que lhe são inerentes de defesa da pátria, das fronteiras e, principalmente, sem nenhuma condição de ser um quarto poder ou um poder moderador", disse ela.

"Nós não temos um poder acima dos outros, e nós só temos os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário. Não há outro", pontuou, em seguida.

Para a ministra, o papel das Forças Armadas é o de defesa do estado brasileiro no sentido físico, e no sentido de garantir a segurança.

"Nada a ver com os poderes neste sentido, de se houver algum embate. E as Forças Armadas têm se comportado nestes 31 anos desta maneira, honrando as funções sem extrapolar. Eu não vejo movimento que possa ser diferente disso", avaliou.

A declaração ocorreu em conversa com Carlos Vogt, Presidente do Conselho Científico e Cultural do IdEA, Marco Aurelio Nogueira, professora da Unesp e colunista jornal "O Estado de S. Paulo" e a jornalista Constança Rezende, do UOL.

Política