PUBLICIDADE
Topo

Ex-deputado federal José Mentor, do PT, está internado na UTI com covid-19

O ex-deputado federal José Mentor (PT), está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital 9 de Julho em São Paulo, com a covid-19 - Reprodução/Facebook
O ex-deputado federal José Mentor (PT), está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital 9 de Julho em São Paulo, com a covid-19 Imagem: Reprodução/Facebook

Douglas Porto

Do UOL, em São Paulo

14/07/2020 20h05

O ex-deputado federal José Mentor (PT-SP), de 71 anos, está internado em estado delicado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital 9 de Julho, em São Paulo, com a covid-19.

As informações foram confirmadas por Antonio Mentor (PT), ex-deputado estadual por São Paulo e irmão do político. Segundo nota enviada ao UOL, o estado de saúde dele inspira cuidados. José Mentor está sendo atendido por equipes do hospital, e o caso está sendo acompanhado de perto pelo cardiologista Carlos Serrano e pelo infectologista David Uip.

Mentor, que também é advogado, foi deputado federal por quatro legislaturas, entre 2003 e 2019. Nas últimas eleições, em 2018, recebeu 55.022 votos e não conseguiu a reeleição.

Mentor se viu envolvido em dois escândalos de corrupção: o Mensalão, em 2005, e o Petrolão, em 2014. Ele foi denunciado pelo então Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal, em inquérito da Lava Jato, em 2017, por corrupção e lavagem de dinheiro.

No Congresso Nacional, o ex-deputado também foi relator da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Banestado (Banco do Estado do Paraná), que foi iniciada em 2003, com base em investigações da PF (Polícia Federal), a fim de apurar responsabilidade sobre evasão de divisas, de um montante de US$ 30 bilhões (R$ 161 bilhões na cotação atual), movimentados entre 1996 e 1997.

O principal destino do dinheiro no exterior era uma agência do Banestado em Nova York. Em um ano e meio de investigações, foram indiciadas 91 pessoas por crimes contra o sistema financeiro, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e corrupção ativa.

Coronavírus