PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Não seremos marido e mulher. Seremos uma família, diz Bolsonaro a Valdemar

Do UOL, em São Paulo

30/11/2021 15h02Atualizada em 30/11/2021 17h14

Durante seu evento de filiação ao PL, o presidente Jair Bolsonaro recorreu mais uma vez a uma metáfora que ele usa frequentemente: a do casamento. Desta vez, Bolsonaro disse, dirigindo-se ao presidente do partido, Valdemar Costa Neto, que eles não serão marido e mulher, mas serão uma família. Valdemar foi condenado e preso por causa do esquema do mensalão.

Confesso, prezado Valdemar, a decisão não foi fácil. Até mesmo o Marcos Pereira [presidente nacional do Republicanos], conversei muito com ele, bem como outros parlamentares também. E uma filiação é como um casamento. Agora, não seremos marido e mulher, seremos uma família. Mas vocês todos fazem parte dessa nossa família.
Jair Bolsonaro, durante evento de filiação ao PL

Bolsonaro se elegeu presidente com um discurso de crítica à política tradicional, apesar de ter passado sete mandatos como deputado federal e a maior parte do tempo filiado a partidos do centrão.

Com a filiação ao PL, Bolsonaro retoma também seu "casamento" com o centrão. "Estou me sentindo em casa", falou ele aos diversos deputados presentes, passando a mão sobre os ombros do deputado Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara, em referência aos 28 anos que passou na Casa.

Ainda sobre sua relação com o partido, o presidente afirmou que ele e Valdemar não vão definir as coisas sozinhos. Informações de bastidores davam conta de que Bolsonaro demorou para acertar sua entrada em um partido porque exigia ter controle total sobre a legenda.

"Eu e o Valdemar não somos pessoas que vamos definir as coisas sozinhos. Em grande parte, a nossa visão vai passar por vocês. Nós queremos compor e, com essa composição, fazer o melhor para o Brasil", disse.

Política