PUBLICIDADE
Topo

Política

Futura Inteligência: Saiba mais sobre o instituto e seus métodos

Reprodução
Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL

21/01/2022 04h00

A Futura Inteligência foi fundada em 1993, mas só passou a realizar levantamentos sobre intenções de voto para presidente da República em 2021. Em seu primeiro ano nesse mercado, já realizou seis pesquisas. Todas financiadas pelo banco ModalMais.

O empreendimento foi fundado em 1995, como um banco de investimentos. Hoje, é um banco digital que oferece serviços tradicionais, além de uma plataforma de aplicações financeiras.

Financiada pelo banco, a Futura Inteligência vai realizar 12 pesquisas presidenciais em 2022. Elas serão feitas por telefone, com entrevistas realizadas por operadores treinados.

As pesquisas presidenciais da Futura Inteligência ouvem 2.000 eleitores. Têm índice de confiabilidade de 95% e margem de erro de 2,2 pontos percentuais.

A estatística responsável pelos levantamentos é Priscila Pagung de Aquino Lapa Campos. Ele obteve registro no Conselho Regional de Estatística em 2000 e, no ano seguinte, assinou sua primeira pesquisa presidencial para a Futura Inteligência.

O instituto é filiado à Abep (Associação Brasileiras de Empresas de Pesquisa). Fez parte da entidade de 1994 a 2012. Voltou em 2018 e segue filiado desde então.

Política