PUBLICIDADE
Topo

Política

Senado no Tocantins: Dorinha lidera; Luxemburgo empata com 4 pré-candidatos

Deputada Professora Dorinha lidera disputa por uma vaga do Senado por Tocantins; a senadora Kátia Abreu, o ex-governador Mauro Carlesse e o técnico Vanderlei Luxemburgo aparecem na sequência - Luis Macedo/Reprodução/Clayton Cristus/Bruno Ulivieri
Deputada Professora Dorinha lidera disputa por uma vaga do Senado por Tocantins; a senadora Kátia Abreu, o ex-governador Mauro Carlesse e o técnico Vanderlei Luxemburgo aparecem na sequência Imagem: Luis Macedo/Reprodução/Clayton Cristus/Bruno Ulivieri

Do UOL, em São Paulo

03/08/2022 12h52Atualizada em 03/08/2022 15h53

Real Time Big Data - Pesquisa confiável -  -

Levantamento do Instituto Real Time Big Data realizado com entrevistas por telefone, contratado pela Record TV e divulgado hoje, aponta que a deputada federal Professora Dorinha (União Brasil) tem 20% das intenções de voto e lidera a disputa por uma vaga no Senado por Tocantins na pesquisa estimulada —quando são apresentados nomes de pré-candidatos aos entrevistados.

Na sequência aparecem a senadora Kátia Abreu (PP) e o ex-governador Mauro Carlesse (Agir 36), ambos com 13%; o técnico de futebol Vanderlei Luxemburgo (PSB), com 11%, e o ex-senador Ataídes Oliveira (PROS), com 8%. Como a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, os quatros estão tecnicamente empatados.

O deputado federal Elis Borges (PL) registrou 5% das intenções de voto e empata na margem de erro com Ataídes e Luxemburgo. O ex-vereador de Palmas Claudemir Lopes (Patriota), com 3%, empata com Ataídes e Borges.

Brancos e nulos representam 17% dos entrevistados. Os que não sabiam/não responderam somam 10%.

A pesquisa foi feita com 1.500 entrevistas por telefone no Tocantins entre os dias 30 de julho e 1º de agosto. O nível de confiança é de 95%, e o número de registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é TO-05111/2022.

Cenário 1

  • Professora Dorinha (União Brasil): 20%
  • Kátia Abreu (PP): 13%
  • Mauro Carlesse (Agir 36): 13%
  • Vanderlei Luxemburgo (PSB): 11%
  • Ataídes Oliveira (PROS): 8%
  • Eli Borges (PL): 5%
  • Claudemir Lopes (Patriota): 3%
  • Branco/Nulo: 17%
  • Não sabe/Não respondeu: 10%

Cenário 2

O Real Time Big Data também testou um segundo cenário estimulado, sem os pré-candidatos Vanderlei Luxemburgo e Eli Borges, e incluindo o nome de Carlos Amastha (PSB).

  • Professora Dorinha (União Brasil): 19%
  • Carlos Amastha (PSB): 17%
  • Mauro Carlesse (Agir 36): 14%
  • Kátia Abreu (PP): 12%
  • Ataídes Oliveira (PROS): 8%
  • Claudemir Lopes (Patriota): 3%
  • Branco/Nulo: 16%
  • Não sabe/Não respondeu: 11%

Governador

Na disputa pelo governo de Tocantins, Wanderlei Barbosa (Republicanos) e Ronaldo Dimas (PL) empatam com 24% das intenções de voto. Em seguida, aparece Carlos Amastha (PSB) com 14%. Paulo Mourão (PT) e Osires Damaso (PSC) têm 6%, cada um.

Brancos e nulos representam 14% dos entrevistados. Os que não sabiam/não responderam somam 12%.

Cenário 1

  • Wanderlei Barbosa (Republicanos): 24%
  • Ronaldo Dimas (PL): 24%
  • Carlos Amastha (PSB): 14%
  • Paulo Mourão (PT): 6%
  • Osires Damaso (PSC): 6%
  • Branco/Nulo: 14%
  • Não sabe/Não respondeu: 12%

Cenário 2 - sem Carlos Amastha (PSB) e com Laurez Moreira (PDT)

  • Wanderlei Barbosa (Republicanos): 26%
  • Ronaldo Dimas (PL): 26%
  • Paulo Mourão (PT): 9%
  • Laurez Moreira (PDT): 8%
  • Osires Damaso (PSC): 6%
  • Branco/Nulo: 14%
  • Não sabe/Não respondeu: 11%

Espontânea - quando o eleitor pode indicar qualquer nome de sua preferência

  • Wanderlei Barbosa (Republicanos): 13%
  • Ronaldo Dimas (PL): 10%
  • Carlos Amastha (PSB): 4%
  • Outros: 1%
  • Branco/Nulo: 20%
  • Não sabe/Não respondeu: 52%

Segundo turno

Cenário 1

  • Wanderlei Barbosa (Republicanos): 33%
  • Ronaldo Dimas (PL): 33%
  • Branco/Nulo: 18%
  • Não sabe/Não respondeu: 16%

Cenário 2

  • Wanderlei Barbosa (Republicanos): 34%
  • Carlos Amastha (PSB): 28%
  • Branco/Nulo: 20%
  • Não sabe/Não respondeu: 18%

Cenário 3

  • Ronaldo Dimas (PL): 31%
  • Carlos Amastha (PSB): 30%
  • Branco/Nulo: 21%
  • Não sabe/Não respondeu: 18%

Sobre o instituto

O Real Time Big Data foi fundado em 2015, tem sede em São Paulo e fez sua primeira pesquisa presidencial em 2018, sempre por telefone e com financiamento principal da TV Record.

Política