Conteúdo publicado há 4 meses

Eduardo Bolsonaro diz ser 'bem difícil' que Senado não aprove Dino para STF

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) avaliou que é "bem difícil" o Senado barrar a indicação do ministro da Justiça, Flávio Dino, para uma vaga no STF.

O que aconteceu

"Creio ser bem difícil. Senado nunca barrou um nome", respondeu ele a um seguidor nas redes sociais. "Vale ver se seu senador ao menos declarou voto contra (o voto é secreto). Pressione-o. Sempre há esperança".

Senado já barrou cinco indicações ao STF— todas em 1894, durante o governo do marechal Floriano Peixoto.

Relator da indicação de Dino estima ao menos 50 votos favoráveis. Senador Weverton Rocha (PDT-MA) projetou que ministro tenha "número tranquilo para passar no plenário".

Para ser aprovado, Dino precisa ter ao menos 41 dos 81 votos do plenário do Senado. A sabatina na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) prevista para o dia 13 de dezembro.

Deixe seu comentário

Só para assinantes