Topo

Brasileiros com diabetes tipo 1 vão escalar o monte Kilimanjaro

Do UOL

Em São Paulo

30/08/2013 15h40

Dois brasileiros com diabetes tipo 1 vão escalar o monte Kilimanjaro, na Tanzânia, a maior montanha na África, com 6.000 metros de altitude. Eles pretendem servir de inspiração para outros diabéticos, mostrando que é possível superar limites. A expedição teve início nesta sexta-feira (30) e termina na próxima quinta-feira (5).

Alexei Caio, 41 anos, e Marcelo Bellon, 38, são os representantes do país na empreitada, que conta ainda com outros nove integrantes da França, da Austrália, da Bélgica, do Canadá e dos EUA. O grupo já escalou a Cordilheira dos Andes, na América do Sul, as montanhas do Nepal, na Ásia, e o Mont Blanc, nos Alpes franceses.

Desde 2003, Caio leva grupos para escaladas nos Andes, incluindo idas ao monte Aconcágua, o ponto mais alto do Hemisfério Sul, com 6.962 metros. Bellon também já escalou os Andes e foi companheiro de Alexei em algumas viagens. A dupla vai postar fotos e vídeos em um aplicativo do Facebook.

Para subir picos tão altos, é necessário investir na alimentação e na preparação física e mental. Caio tem o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar e realiza treinos constantes de musculação, exercícios aeróbicos, aikido, corrida, sobe e desce escadas carregando uma mochila nas costas, além de fazer meditação.

Bellon também se exercita diariamente e reforçou o treino de musculação.  “A expedição Kilimanjaro é uma experiência gratificante, ajuda a desmistificar a imagem do diabetes e a mostrar que, por meio do esporte, é possível assumir o controle da doença”, diz.

A equipe de alpinistas será acompanhada por médicos. Isso não significa que a prática do montanhismo apresente dificuldades extras para quem tem diabetes, mas alguns cuidados são fundamentais, como o controle adequado da glicemia.

 A expedição, realizada pela associação francesa World Diabetes Tour (WDT), conta com o apoio da farmacêutica Sanofi.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Notícias