Topo

Quarto americano infectado por ebola chega aos EUA para tratamento

Do UOL, em São Paulo

2014-09-09T11:15:10

09/09/2014 11h15

Um avião médico que transportou o quarto americano infectado com o vírus ebola na África ocidental desembarcou em Atlanta, nos Estados Unidos, na manhã desta terça-feira (9). Ele receberá tratamento no Hospital Universitário Emory, onde outros dois compatriotas foram tratados com uma droga experimental, já que não há cura para a doença. Seu nome e ocupação não foram revelados.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) informou que um médico que trabalha em um centro de tratamento de ebola em Serra Leoa atestou positivo para a doença. Esse médico estava em condição estável na segunda-feira em Freetown e sendo transferido. Mas não há confirmação se se trata do mesmo caso.

O avião pousou por volta das 9h20 (horário local) em uma base aérea em Marietta, noroeste de Atlanta. O porta-voz da Força Aérea, tenente-coronel James Wilson confirmou a chegada.

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-lista','/2014/leia-mais-sobre-o-ebola-1406136364578.vm')

O paciente será alojado em uma unidade especial de isolamento do hospital.

No mês passado, o médico Kent Brantly e a missionária Nancy Writebol, ambos norte-americanos, foram tratados com sucesso em Emory após contraírem ebola na Libéria.

Mais recentemente, o médico Rick Sacra, 51, que também contraiu ebola na Libéria, foi transferido para o Centro Médico de Nebraska, em Omaha. Seu estado de saúde é estável e, segundo sua família, ele já consegue se alimentar.

Uma epidemia de ebola assola a Libéria, Serra Leoa e Guiné, com casos também na Nigéria e um no Senegal, que totalizam mais de 2.000 mortes. Um surto de ebola também foi constatado na República Democrática do Congo, mas sem relação com a epidemia da África ocidental.

(Com AP)

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-lista','/2014/saiba-mais-sobre-ebola-1408478165378.vm')

Mais Ciência e Saúde