Topo

Morre médico de Serra Leoa que foi tratar ebola nos EUA

Sarah Hoffman/The World-Herald/AP
15.nov.2014 - Trabalhadores de saúde retiram o médico Martin Salia de ambulância para levá-lo ao Centro Médico de Nebraska Imagem: Sarah Hoffman/The World-Herald/AP

Do UOL, em São Paulo

2014-11-17T11:40:10

17/11/2014 11h40

O médico de Serra Leoa infectado com o vírus ebola, que havia sido transferido no sábado (15) aos Estados Unidos, morreu nesta segunda-feira (17), informou o Nebraska Medical Center, hospital de Omaha, em Nebraska, onde ele estava internado após ser repatriado. O médico já havia chegado aos EUA com deficiências renal e respiratória.

"Temos o imenso pesar de anunciar que o terceiro paciente que tratamos por ebola, o médico Martin Salia, faleceu devido as complicações da doença", indica o estabelecimento que havia informado no domingo que estava "gravemente doente".

O cirurgião, que trabalhou no hospital Connaught de Freetown, é o primeiro cidadão leonês contaminado pelo ebola levado aos Estados Unidos, onde já foram tratados nove doentes com o vírus hemorrágico, a maioria após contrair a doença na África.

Salia é o segundo estrangeiro a morrer pela doença nos Estados Unidos. O primeiro foi o liberiano Thomas Eric Duncan. Os outros oito pacientes foram curados.

(Com agências internacionais)

Mais Ciência e Saúde