PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus cancela 7,4 mil espetáculos pela Itália

Da ANSA

26/02/2020 10h52

A epidemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) fez com que 7,4 mil espetáculos culturais fossem cancelados na Itália somente nesta semana, causando um prejuízo de 10,1 milhões de euros (R$ 48,23 milhões), de acordo com um balanço feito por um departamento da Associação Geral Italiana do Espetáculo (Agis).

"Fizemos uma estimativa que indica uma perda de 10,1 milhões de euros em bilheteria e cancelamento de 7,4 mil espetáculos, em uma semana, por causa da emergência do novo coronavírus", disse Filippo Fonsatti, diretor do Teatro Stabile e presidente da Federvivo, federação que compõe a Associação Geral Italiana do Espetáculo (Agis). "A situação é bem dramática. As regiões ao norte da Itália representam bem mais da metade do mercado do espetáculo ao vivo".

A queda, portanto, é "numericamente significativa", explicou. O cálculo se refere à semana em curso, de 23 de fevereiro a 1º de março, e inclui toda apresentação ao vivo, como shows, peças de teatro, dança, entre outros.

A epidemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) já matou 12 pessoas na Itália e contaminou pelo menos 374, de acordo com um balanço divulgado hoje pela Defesa Civil do país.

Segundo o chefe do órgão, Angelo Borrelli, a região mais atingida é a Lombardia, com 258, seguida por Vêneto (71), Emilia-Romagna (30), Piemonte (três), Sicília (três), Lazio (três), Ligúria (dois) e Toscana (dois). Marcas e a província autônoma de Bolzano somam um contágio cada.

Saúde