PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Coronavírus: Ministério da Saúde confirma 4º caso no Brasil

Felipe Amorim

Do UOL, em Brasília

05/03/2020 11h11

O Ministério da Saúde anunciou na manhã de hoje que decidiu passar a classificar como caso confirmado de coronavírus a situação da jovem de 13 anos em São Paulo cujo teste deu positivo para o vírus, mas que não apresentou sintomas da doença (a covid-19).

Mais cedo, o ministério tinha informado que o caso não seria contabilizado como confirmado. Com a mudança, o Brasil tem agora quatro casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus, todos na cidade de São Paulo e de doentes que contraíram o vírus em viagens ao exterior.

Os quatro estiveram na Itália, mas alguns deles passaram por mais de um país da Europa. Além dos casos confirmados, o Brasil tinha ainda 531 casos suspeitos da doença, segundo balanço de ontem.

De acordo com o Ministério da Saúde, não há indicação de que haja transmissão do vírus localmente no país.

A decisão de modificar o enquadramento dessa paciente foi tomada na manhã de hoje em reunião de técnicos do ministério e especialistas em saúde pública, em Brasília.

Antes, a pasta informou que não iria considerar o caso porque, apesar de testar positivo, a jovem era considerada uma portadora assintomática já que não apresentava sintomas como febre associada a alguma questão respiratória.

Segundo o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, a pasta avaliou que medicamentos tomados pela jovem podem ter suprimido o aparecimento dos sintomas ou a paciente poderia ainda estar na fase de incubação do vírus, de até 14 dias.

Também foi considerado o local provável da infecção pelo vírus, pois a jovem voltou no último dia 1º ao Brasil de viagem a Itália. Ela foi atendida num hospital do país europeu por causa de uma lesão no joelho.

Além desses três fatores, também pesou na decisão os dois testes positivos para coronavírus feitos pela paciente.

"Ela pode estar desenvolvendo sintomas? Pode. Ela pode estar em um período de incubação e pode ter daqui a alguns dias. Ou pode não desenvolver. Estudos têm demonstrado que crianças de seis meses até 17 anos, 25% não apresentam sinais e sintomas, e são casos assintomáticos", afirma Oliveira.

Demais casos no Brasil

O primeiro caso foi confirmado no último dia 26, de um homem de 61 anos que viajou a Itália. O segundo caso também foi de um paciente do sexo masculino que esteve na Itália.

Já o terceiro caso foi confirmado ontem, e é de um empresário colombiano que mora em São Paulo. Ele viajou por quatro países da Europa em fevereiro antes de retornar ao Brasil, passando por Espanha, Itália, Áustria e Alemanha, entre os dias 9 e 29 de fevereiro.

Coronavírus