PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Doria se irrita com pergunta sobre quarentena após contato com infectado

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), durante coletiva sobre o coronavírus - Divulgação/Governo do Estado de São Paulo
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), durante coletiva sobre o coronavírus Imagem: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Felipe Pereira

Do UOL, em São Paulo

24/03/2020 13h11

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), se irritou hoje ao responder ao ser questionado sobre não estar em quarentena após ter contato direto com Coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus, David Uip, que testou positivo para covid-19.

"Respeito a pergunta, mas lamento a forma como foi colocada. Você não está falando com um governador irresponsável ou que minimiza os efeitos dessa grave crise. Não há necessidade de quarentena. Fizemos o que tínhamos que fazer: o teste. Aqui, em São Paulo, temos responsabilidade, comando e sabemos o que estamos fazendo", disse.

Doria afirmou segue protocolos de saúde, ressaltou que fez quarentena e dormir no Palácio dos Bandeirantes até receber o resultado negativo dos exames. Ele acrescentou ainda que se todas as pessoas que tiveram contato com pessoas infectadas pelo coronavírus ficassem em casa, não haveria mais profissionais nos hospitais.

"Eu fiz a recomendação médica que exige, fiz a quarentena enquanto não tive resultado, não dormi na minha casa e coloquei com transparência meu exame na internet. Continuaremos agindo dessa maneira, de forma transparente e responsável. Se fosse necessário fazer quarentena para todos que tiveram contato, além do teste, não teríamos mais profissionais de saúde nos hospitais e nos centros públicos de saúde", afirmou.

O governador mostrou o resultado do exame na internet e na coletiva. Um dos maiores infectologistas do Brasil, o médico David Uip era coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus e esteve a frente das decisões do governo de São Paulo. Nesta tarefa, manteve reuniões constantes com Doria.

Ontem, Uip não participou da entrevista coletiva porque apresentou sintomas de covid-19 como febre, O exame deu positivo. Por precaução, Doria e o secretário de Saúde, José Henrique Germann, fizeram um teste rápido no hospital Albert Einstein. Nenhum deles têm a doença.

Coronavírus