PUBLICIDADE
Topo

Profissionais de saúde do RS adaptam respirador para atender mais pacientes

Os respiradores poderão atender até quatro pacientes de uma vez, em casos extrema urgência - iStock
Os respiradores poderão atender até quatro pacientes de uma vez, em casos extrema urgência Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo

25/03/2020 10h47

Três profissionais do sistema de saúde do Rio Grande do Sul desenvolveram uma nova técnica para aumentar a capacidade dos respiradores mecânicos em meio ao surto do coronavírus.

Com essa nova técnica, os respiradores poderão atender até quatro pacientes de uma vez, em casos extrema urgência.

Como a covid-19 é uma doença respiratória, os respiradores artificiais se tornaram os maiores aliados na luta contra a infecção.

Esse novo modelo foi desenvolvido pelo médico Emanuel Bonazina e pelos fisioterapeutas Márcio Laguna e André Bacchin. Eles se inspiraram em um estudo da Universidade do Michigan publicado em 2006.

Nesse respirador, eles dividiram a mangueira que simula a traqueia humana em forma de Y, aumentando assim a capacidade do equipamento.

Para que o respirador mecânico funcione melhor também é necessário que os pacientes tenham o mesmo porte físico, peso, altura e uma dinâmica respiratória parecida.

Coronavírus