PUBLICIDADE
Topo

Arthur Virgílio, prefeito de Manaus, é internado com covid-19

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, foi diagnosticado com o novo coronavírus - Reprodução/Twitter/@Arthurvneto
O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, foi diagnosticado com o novo coronavírus Imagem: Reprodução/Twitter/@Arthurvneto

Stella Borges

Do UOL, em São Paulo

30/06/2020 13h54Atualizada em 30/06/2020 16h00

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), foi diagnosticado com covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, e está internado no hospital Adventista, na capital amazonense.

Em nota enviada ao UOL, a assessoria de imprensa da prefeitura informou que Virgílio, 74, foi diagnosticado durante exames de rotina realizados ontem. Uma tomografia detectou a doença e ele segue em isolamento na unidade com quadro estável e despachando normalmente.

Segundo boletim médico divulgado hoje, o tucano se encontra "hemodinamicamente estável, sem necessidade de uso de drogas vasoativas, mantendo boa saturação de oxigênio em ar ambiente, realizando VNI (método de ventilação não invasiva) com boa resposta".

Está "lúcido e orientado, recebendo medicações por via oral conforme protocolo institucional", acrescenta o informe.

Seguindo recomendação da equipe médica, ele seguirá em observação nas próximas 24 horas.

De acordo com dados divulgados ontem, o Amazonas, um dos estados mais afetados pela pandemia, registra 69.893 casos do novo coronavírus e 2.792 óbitos em decorrência da doença. Manaus concentra 27.132 dos casos e 1.771 óbitos.

No fim do mês passado, Virgílio afirmou que discordava da reabertura no estado do Amazonas. Na ocasião, ele disse que temia uma segunda onda do novo coronavírus.

Coronavírus