PUBLICIDADE
Topo

'Feliz que deu certo', diz médica salva da covid por técnica criada por ela

A médica brasileira Carmen Valente Barbas é conhecida internacionalmente por sua contribuição para o aperfeiçoamento de técnicas de ventilação mecânica - Arquivo pessoal/Carmen Barbas
A médica brasileira Carmen Valente Barbas é conhecida internacionalmente por sua contribuição para o aperfeiçoamento de técnicas de ventilação mecânica Imagem: Arquivo pessoal/Carmen Barbas

Do UOL, em São Paulo

14/07/2020 11h59

A pneumologista Carmen Valente Barbas, que se recuperou da covid-19 com uso de uma técnica de ventilação mecânica criada por ela própria, disse que ficou muito feliz por poder mostrar às pessoas que o método idealizado por ela funciona.

"Fiquei muito feliz que deu certo. Nada como aplicar aquilo em que você acredita em você mesmo e dar certo. Muito feliz por voltar a respirar depois de um quadro grave", declarou em entrevista ao canal GloboNews.

Durante a entrevista, a médica disse que sentiu os primeiros sintomas da covid-19 em março, no início da pandemia. Ela procurou o Hospital Albert Einstein, fez exames e foi detectada a doença.

Ela, então, foi internada e logo em seguida precisou ser transferida para a UTI devido à piora de seu quadro.

"Em 24 horas comecei a ter falta de ar e a saturação estava caindo. Me levaram para UTI, onde fui colocada na ventilação menos invasiva. Depois, falaram que precisaria ser intubada", afirmou.

Foi aí que a equipe médica decidiu aplicar em Barbas a técnica da ventilação mecânica protetora, criada pela pneumologista.

"Fiquei uma semana intubada com essa técnica e agora estou bem. Voltei a trabalhar, estou zerada, 100% recuperada, inclusive ajudando no atendimento de pacientes com covid-19", declarou.

Coronavírus