PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Após covid de Doria, SP testa 101 funcionários do Palácio dos Bandeirantes

Felipe Pereira

Do UOL, em São Paulo

12/08/2020 16h37Atualizada em 12/08/2020 19h30

O Palácio dos Bandeirantes testou 101 pessoas na tarde desta quarta-feira depois do diagnóstico positivo para covid-19 do governador João Doria (PSDB). Foram submetidos a exames funcionários e secretários estaduais que estiveram com Doria nos últimos dias por mais de 15 minutos e a uma distância inferior a um metro.

Os servidores públicos foram para casa depois dos testes e vão aguardar os resultados em isolamento social. O resultado positivo do governador foi revelado às 12h07, e a agenda da manhã havia sido cumprida. Doria esteve em reunião com os secretários da Habitação, Flavio Amary, e do Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen. Ambos estão em isolamento voluntário em casa.

O secretário da Educação, Rossieli Soares, que já foi infectado pelo coronavírus, também esteve com o governador. Uma assessora pessoal do governador também está em casa.

Assim que soube do diagnóstico do governador, o Instituto Butantan foi acionado para enviar os exames ao Palácio dos Bandeirantes. Os resultados devem sair em até 48 horas —a previsão, porém, é que saia antes desse prazo.

Teste de covid-19 positivo de João Doria (PSDB) - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Doria, por exemplo, colheu amostra na noite de terça-feira 23h38 e o laudo ficou pronto antes dos dois dias previstos. No momento que souberam do diagnóstico, muito integrantes da coletiva já se preparavam para a entrevista.

Tanto que o nome da secretária Patricia Ellen constava na lista. Quase ocorreu atraso, algo incomum nas entrevistas coletivas do governo estadual. Mesmo assim, foi colocado um púlpito a mais que o número de participantes, o que também foge ao padrão do Palácio dos Bandeirantes.

O governador se manifestou no começo da tarde informando que passa bem e a covid-19 é assintomática. Ele está sendo tratado por David Uip e permanecerá dez dias isolado em casa. Mesmo com a doença, Doria não se afastou do cargo e diz que vai orientar sua equipe por meios remotos.

Saúde