PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Doria diz que testes da CoronaVac seguem 'sem efeitos colaterais graves'

João Doria, governador de São Paulo - ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
João Doria, governador de São Paulo Imagem: ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

21/08/2020 09h15Atualizada em 21/08/2020 10h37

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse hoje que os testes da Fase 3 de testes da vacina CoronaVac contra covid-19 seguem sem nenhum efeito colateral "grave". A imunização é desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

"A Coronavac está na terceira e última fase de testes e muito bem, por sinal, com os nove mil médicos e paramédicos sendo testados em cinco estados no país. Até o presente momento, nenhuma intercorrência ou efeito colateral que possa ser classificado como grave, ou que seja merecedor de atenção", disse em entrevista à Jovem Pan.

Caso a vacina se comprove segura, é possível que o estado de São Paulo tenha 45 milhões de doses ainda este ano, segundo o governador.

"Continuando tudo bem com os médicos voluntários, em dezembro poderemos ter 45 milhões de doses disponíveis para vacinação dos brasileiros do estado de São Paulo e, em sequência, para os brasileiros de todo o país. Além de mais 15 milhões até março de 2021."

Coronavírus