PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Esse conteúdo é antigo

Covid-19: Pfizer e Moderna devem arrecadar US$ 32 bi com vacinas em 2021

Vacina contra covid-19 em teste em laboratório da Pfizer - Divulgação
Vacina contra covid-19 em teste em laboratório da Pfizer Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

11/12/2020 15h16

A Pfizer e a Moderna devem gerar US$ 32 bilhões em receitas com a vacina da covid-19 em 2021. A projeção é de analistas de Wall Street, segundo informações da CNN americana.

Em novembro, a Pfizer confirmou que sua vacina, desenvolvida em parceria com a alemã BioNTech, tem 95% de eficácia. A vacina da fabricante começou a ser aplicada há três dias no Reino Unido —uma idosa de 90 anos foi a primeira pessoa do mundo a receber a dose.

Enquanto isso, a vacina da Moderna, uma jovem empresa de biotecnologia que poucas pessoas conheciam até então, atingiu 94% de eficácia.

A Pfizer deve fechar o ano arrecadando US$ 975 milhões em receitas com vacinas. Em 2021, com o imunizante contra a covid-19, a expectativa é de US$ 19 bilhões em receitas, segundo a Morgan Stanley.

Ainda de acordo com projeções da empresa financeira, os lucros com a vacina da covid-19 podem representar um acréscimo de US$ 9,3 bilhões nas receitas de 2022 e 2023 —o montante ainda será dividido com a BioNTech.

Do outro lado, a Moderna, que arrecadou US$ 60 milhões em receitas no ano passado, viu suas ações dispararem 700% em 2020 e o valor de mercado subir para US$ 62 bilhões.

Projeções da Goldman Sachs estimam que a Moderna consiga US$ 13,2 bilhões em receitas com a vacina da covid-19 no próximo ano.

Já a Morgan Stanley acredita que a alta nas ações da Moderna implica que os investidores esperam que a empresa ganhe de US$ 10 bilhões a US$ 15 bilhões com vendas em 2021 e 2022.

Até então, a Moderna nunca havia licenciado um produto antes. "É épico", disse Alan Carr, analista de biotecnologia da Needham, em entrevista à CNN. "É uma conquista histórica no desenvolvimento de medicamentos. É difícil imaginar uma nova tecnologia em uma empresa tão jovem e preparada a tempo da pior pandemia do século."

A vacina da Moderna usa tecnologia de mRNA, que aproveita processos biológicos naturais do corpo para criar o efeito terapêutico desejado. Para Matthew Harrison, analista do Morgan Stanley, a vacina "abre caminho para outras em desenvolvimento".

Agora, de acordo com a CNN, o grande debate em Wall Street, é por quanto tempo as vacinas da covid-19 serão fonte de receita para suas fabricantes.

Saúde