PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
1 mês

Rio: 1º lote de vacina será aplicado entre 19 e 23/1 em grupos prioritários

18.jan.2021 - O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM), e o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz apresentam o calendário de vacinação da população contra a covid-19 no Palácio da Cidade - WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO
18.jan.2021 - O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM), e o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz apresentam o calendário de vacinação da população contra a covid-19 no Palácio da Cidade Imagem: WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO

Igor Mello

Do UOL, no Rio

18/01/2021 15h15Atualizada em 18/01/2021 18h25

O primeiro lote da CoronaVac, a ser entregue à Prefeitura do Rio de Janeiro hoje, será aplicado em um período de quatro dias, segundo projeta o plano de vacinação elaborado pelo município. Profissionais de saúde e os idosos e pessoas com deficiência moradoras de instituições de longa permanência serão vacinados com esse primeiro lote.

Ao todo, 110.470 pessoas devem ser vacinadas na capital entre 19 e 23 de janeiro, segundo o plano. Profissionais de saúde que atuam em CTIs (Centros de Terapia Intensiva) e enfermarias para covid-19, além de emergências de hospitais serão vacinados nas unidades que trabalham. Já os profissionais envolvidos na campanha de vacinação serão imunizados nas unidades básicas de saúde em que atuarão.

Conheça o público-alvo da 1ª etapa da vacinação:

  • Profissionais de saúde que atendem diretamente pacientes com covid-19 (CTI, enfermaria que atende SRAG --Síndrome Respiratória Aguda Grave-- e emergências)
  • Profissionais envolvidos na campanha de vacinação para covid-19
  • Trabalhadores de instituições de longa permanência
  • Idosos (a partir 60 anos) moradores de instituições de longa permanência
  • Pessoas com deficiência a partir de 18 anos moradoras de abrigos/residências inclusivas
  • População indígena vivendo em terras indígenas

Ao todo, a capital tem direito a mais de 231 mil doses nesse primeiro lote enviado ao estado, mas metade desse montante ficará sob a guarda da Secretaria Estadual de Saúde (a imunização se dará em duas doses por pessoa). O estado do Rio vai vacinar 232.521 pessoas com o primeiro lote da CoronaVac —no total, o governo do estado receberá 487.520 doses do imunizante.

A campanha será iniciada nesta terça-feira (19), com a aplicação de vacinas em dez instituições de longa permanência para idosos em todas as regiões da cidade.

O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, afirma que não haverá vacinação em postos de saúde nesse primeiro lote de vacinas.

O prefeito Eduardo Paes (DEM) destaca que o critério adotado para definir quem receberá a vacina nesse primeiro momento segue o Plano Nacional de Imunização, organizado pelo Ministério da Saúde.

"É importante que fique claro que isso faz parte do Plano Nacional de Imunização, quais são as pessoas a serem vacinadas. Adoraria vacinar o Nelson Sargento, a Surica e o Monarco, mas a prioridade está naquilo que é definido pelo Plano Nacional de Imunização. Essa não é uma escolha do prefeito. Às vezes parece que eu vou escolher quem vai ou não vai receber", afirma.

Saúde