PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
4 meses

Salvador muda cronograma de vacinação para evitar que doses acabem

Bahia recebeu 186 mil doses no último lote, menos que o esperado - Getty Images/BBC News
Bahia recebeu 186 mil doses no último lote, menos que o esperado Imagem: Getty Images/BBC News

Do UOL, em São Paulo

11/02/2021 14h13

A prefeitura de Salvador mudou o cronograma de vacinação contra covid-19 para evitar que as doses que têm disponível para aplicação acabem nos próximos dias. A previsão inicial era que idosos com mais de 80 anos fossem vacinados a partir de hoje, mas um novo escalonamento foi feito para evitar o risco de interrupção da imunização.

No novo cronograma, apenas idosos acima de 85 anos serão contemplados com a primeira dose nesta semana, sendo que deste ontem foi feita uma nova divisão:

  • 10/02 - Igual ou maior que 87 anos
  • 11/02 - igual ou maior que 86 anos
  • 12/02 - Igual ou maior que 85 anos

Em post no Instagram, a prefeitura de Salvador disse que o início da vacinação dos idosos de 80 a 85 anos em Salvador dependerá da chegada de novas doses.

"Salvador tem uma as melhores logísticas de imunização contra a covid-19 do país, mas a distribuição de novas doses depende do governo federal. E, diante da limitação na oferta de vacinas, foi necessário realizar um novo escalonamento da estratégia. Aguardamos o envio de novas doses para dar seguimento à campanha", diz o texto.

Em entrevista à TV Globo, o secretário municipal de Saúde de Salvador, Léo Prates, disse que a mudança no cronograma se deve a um menor número de doses enviadas pelo Ministério da Saúde no último lote. A estimativa da prefeitura é de que, ontem, 8 mil doses estavam disponíveis ainda na cidade.

"O governo federal, infelizmente, tinha prometido para a Bahia 230 mil doses e, no último sábado, só chegou 186 mil doses, Então, realmente você fazer um planejamento mais efetivo em uma situação dessa é muito complexo e complicado", disse Prates.

Na última segunda-feira, o governo da Bahia anunciou a chegada de 186 mil doses ao estado. Também foi liberada a vacinação de idosos acima de 80 anos, cabendo a cada município adequar o cronograma de acordo com número de imunizantes disponíveis.

O UOL entrou em contato com o Ministério da Saúde e adicionará o posicionamento em relação ao número de doses quando receber a resposta.

Saúde