PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Falta de doses suspende vacinação contra covid em 4 capitais do Nordeste

Aracaju, João Pessoa, Maceió e Natal suspendem vacinação contra covid-19 - Getty Images/BBC News
Aracaju, João Pessoa, Maceió e Natal suspendem vacinação contra covid-19 Imagem: Getty Images/BBC News

Felipe Munhoz

Colaboração para o UOL, em Lençóis (BA)

16/03/2021 17h29

Pelo menos quatro capitais do Nordeste anunciaram que a vacinação contra a covid-19 está suspensa por falta de doses. Segundo levantamento feito pelo UOL, a imunização foi paralisada em Aracaju, João Pessoa, Maceió e Natal.

Em Salvador, Recife, Fortaleza, São Luís e Teresina, as prefeituras informaram que a vacinação segue normalmente.

A secretaria de Saúde de Aracaju informou que o município utilizou 98% das doses recebidas e aguarda o recebimento de mais doses para dar continuidade ao Plano Municipal de Vacinação. Ainda segundo a secretaria, somente idosos acamados e profissionais de saúde foram vacinados hoje, mas ambos para segunda dose.

Em Maceió, a prefeitura afirmou que a vacinação está "pausada" desde ontem, mas não informou o motivo. Disse que iria divulgar ontem como seria a retomada da imunização a partir de hoje, o que não aconteceu. Procurado pela reportagem, o órgão municipal disse que ainda não há um posicionamento oficial sobre a retomada da campanha.

A secretaria de Saúde de João Pessoa comunicou que as vacinas disponibilizadas já foram utilizadas, e um novo calendário com a retomada dos postos será anunciado nesta semana. Segundo a prefeitura, há previsão de entrega de mais doses para a Paraíba amanhã.

Em Natal, a secretária de Saúde emitiu um comunicado no qual diz que hoje foram distribuídas 260 doses da vacina para cada Distrito Sanitário e que, após a aplicação desta remessa, a imunização será encerrada. A prefeitura reiterou que o programa de imunização será retomado assim que a cidade receber novas doses da vacina.

Ministério promete entregar mais doses nesta semana

Na tarde de hoje, o Ministério da Saúde prometeu entregar nesta semana mais 4.558.420 doses da vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan. Segundo a pasta, o novo lote é destinado para vacinar idosos entre 75 e 79 anos e trabalhadores da área da saúde.

A previsão do governo federal é de que as entregas sejam feitas entre hoje e amanhã, de forma proporcional e igualitária a todos os estados e o Distrito Federal. O ministério informou ainda que a nova remessa corresponde à entrega de duas doses, sendo necessário que estados e municípios façam a reserva da segunda dose para garantir que o cronograma desta etapa seja completado no período recomendado pelo laboratório, de duas a quatro semanas.

Coronavírus