PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
15 dias

SP anuncia vacinação de policiais e professores para abril

Lucas Borges Teixeira, Rafael Bragança e Allan Brito

Do UOL e colaboração para o UOL, em São Paulo

24/03/2021 12h12

Profissionais da segurança pública e da educação do estado de São Paulo serão vacinados a partir de abril, conforme anunciado hoje pelo governo estadual. Policiais e administração penitenciária começarão a ser imunizados contra a covid-19 a partir de 5 de abril, enquanto professores e servidores da educação básica a partir dos 47 anos serão vacinados a partir de 12 de abril.

Ao todo, serão 530 mil profissionais dos dois grupos nesta primeira leva. Nestas datas, São Paulo se tornará o primeiro estado a imunizar amplamente os profissionais destas áreas. Além disso, segundo o anúncio, idosos de 69 a 71 anos começarão a ser vacinados na próxima sexta (26).

A expectativa da gestão do governador João Doria (PSDB) é de vacinar 180 mil pessoas da área de segurança pública. Serão imunizados, além de policiais militares, civis e científicos, também agentes de segurança e escolta penitenciária. Os efetivos das guardas civis metropolitanas municipais também estão na lista.

Já os profissionais ligados à educação a serem vacinados incluem professores, diretores de escolas, inspetores de alunos e outros profissionais que atuam em unidades de ensino de creches a escolas do ensino médio das redes incluindo neste caso profissionais das redes municipais, estadual e privada de São Paulo. Serão imunizadas 350 mil pessoas deste grupo.

Desde o último dia 15, a rede estadual de ensino em São Paulo está em recesso escolar antecipado por duas semanas, que vai até o próximo domingo (28). A determinação veio junto com o início da fase emergencial no estado, em que apenas atividades essenciais podem funcionar, mas mesmo estas têm restrições.

Na capital, o prefeito Bruno Covas (PSDB) determinou o recesso escolar para dois dias depois, a partir do dia 17. A medida vale na cidade até 5 de abril.

Nas redes municipais pelo estado, as prefeituras têm autonomia para decidir se adotam ou não o recesso escolar. A grande maioria não tem aulas presenciais no momento, mantendo apenas o ensino remoto caso não tenha adotado o recesso antecipado.

Antecipação para idosos

Para a próxima etapa de vacinação de idosos, o governo paulista também anunciou uma nova antecipação. A imunização de pessoas entre 69 e 71 anos, que estava agendada primeiramente para o dia 29, já havia sido antecipada para o próximo sábado (27). Agora, a etapa começará na sexta (26).

Apesar do anúncio feito por Doria, o calendário é apenas uma sugestão feita pelo governo estadual às prefeituras, que têm autonomia para definirem suas próprias datas para cada fase.

Coronavírus