PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Malafaia confirma infecção por covid-19 e nega ser um 'negacionista'

Reprodução de vídeo
Imagem: Reprodução de vídeo

Hanrrikson de Andrade

Do UOL, em Brasília

27/03/2021 19h55Atualizada em 27/03/2021 20h31

O pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, confirmou hoje que está com covid-19. "Eu não nego nada. Quinta-feira eu comuniquei à igreja. Aqui eu não tenho que esconder nada", disse o religioso, que é aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em vídeo publicado nas redes sociais.

Malafaia tem um discurso alinhado ao bolsonarismo, que, em relação à pandemia, se opõe às recomendações das principais autoridades sanitárias, cientistas, acadêmicos e especialistas em epidemiologia.

Ele já fez críticas públicas ao lockdown e a medidas restritivas, com o argumento de que estas levariam a prejuízos à economia. O religioso também é entusiasta de medicamentos sem eficácia comprovada no tratamento da doença, como a ivermectina.

No vídeo, Malafaia nega ser um "negacionista". "Eu quero mostrar quem são os verdadeiros negacionistas. Que negam a verdade ao povo. Escondem a verdade. Negam tratamentos que podem ser feitos preventivos. E olha que coisa linda: recebi telefonemas do pessoal da Globo. Estão preocupados comigo? Claro que não. É porque é mais uma notícia. Quanto mais notícia negativa, melhor".

Segundo o pastor, além dele, sua mulher, dois filhos, dois genros e uma neta já tiveram covid-19.

À Folha de S.Paulo, Malafaia declarou que se sente bem e disse que, assim que descobriu estar infectado com o vírus, manteve o isolamento social.

"Sempre falo na igreja: 'Meu irmão, se você estiver tossindo, com febre, espirrando, espere para fazer o exame. Na minha igreja, na porta, minha filha, tem medidor de temperatura. Só entra com máscara e álcool em gel, não dou moleza para isso, não."

Coronavírus