PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Pessoas com HIV/AIDS entram em grupo prioritário de vacinação

 Todos os que vivem com o vírus em idade entre 18 e 59 anos passam a integrar o grupo de comorbidades - SOPA Images/Colaborador Getty Images
Todos os que vivem com o vírus em idade entre 18 e 59 anos passam a integrar o grupo de comorbidades Imagem: SOPA Images/Colaborador Getty Images

Júlia Schiaffarino

Colaboração, UOL em Brasília

30/03/2021 15h06

As recomendações de vacinação contra a covid-19 para pessoas que vivem com o vírus HIV/Aids foi ampliada e agora, todos os que vivem com o vírus em idade entre 18 e 59 anos passam a integrar o grupo de comorbidades. Anteriormente, o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contemplava apenas aqueles com contagem de linfócitos T-CD4+.

A requisição do teste para contagem de linfócitos T CD4 - que deveria ser menor que 350 -era visto como impasse por movimentos da área. Pessoas com mais de 60 anos ou mais portadores de HIV/Aids já estão contempladas na priorização por faixa etária.

Uma nova a recomendação, contendo esta e o outras alterações, deve ser publicada na nova versão do plano de vacinação, prevista para abril.

Em relação às contraindicações da vacina, o ministério informa que segue o mesmo critério da população em geral. Assim, a vacinação não é recomendada para indivíduos com hipersensibilidade ao princípio ativo ou a qualquer dos excipientes da vacina ou até mesmo para aquelas pessoas que apresentaram uma reação anafiláti-ca confirmada a uma dose anterior a da mesma vacina covid-19.

Saúde