PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
5 meses

Barrado no SUS, tratamento de Paulo Gustavo custa R$ 30 mil/dia, diz médica

Do UOL, em São Paulo

04/04/2021 17h13Atualizada em 05/04/2021 21h38

A médica cardiologista Ludhmila Hajjar afirmou hoje que o tratamento ECMO para covid-19, que está adotado pelo ator Paulo Gustavo, custa R$ 30 mil por dia e foi barrado no SUS (Sistema Único de Saúde) em 2015. Com bom trânsito em Brasília, a médica Ludhmila chegou a ser cotada para assumir o Ministério da Saúde no lugar do ex-ministro Eduardo Pazuello.

"Muita gente não tem a chance de ser tratado numa ótima estrutura, como Paulo Gustavo, nem tem chance de ter a ECMO, dispositivo relativamente caro", disse ela em entrevista à CNN. "Não se consegue fazer ECMO em alta escala no SUS".

Ludhmila contou que, em 2015, a Conitec (Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS) barrou o uso da ECMO no SUS. "Sempre se pondera muito o custo, a efetividade, o momento que o país está passando e a economia. Hoje, eu diria que boa parte das vidas que estão sendo salvas no Brasil se devem a esse dispositivo".

De maneira geral é um dispositivo que salva vidas"
Ludhmila Hajjar sobre a técnica ECMO, de pulmão artificial

Ainda segundo Ludhmila, todos os profissionais de saúde da linha de frente têm pra contar "várias histórias de pessoas que não tinham a menor chance de estarem vivas hoje, mas estão em suas casas porque tiveram a possiblidade de implantar a ECMO".

A médica ressaltou que a ECMO é uma técnica usada há décadas para pacientes com pneumonias graves e agora vem sendo adaptada para pacientes com covid-19. "[A técnica] tem dois objetivos: oxigenar e eliminar o gás carbônico do sangue e gerar repouso adequado ao paciente para que a gente recupere o pulmão".

Ludhmila afirmou que a ECMO pode ser utilizado por diferentes períodos, que podem variar de 14 a 25 dias. "É o tempo que o organismo precisa para se recuperar. Quando o paciente tem o pulmão inflamado pela covid, ele fica duro e cheio de água", explicou.

Ela ainda pediu que a população comece a seguir as medidas preventivas contra a covid. "Infelizmente, a covid hoje não escolhe idade, sexo, raça, pessoa. Ela se alastrou de uma maneira tão perigosa que todas as pessoas passaram a ser consideradas como do grupo de risco, inclusive para formas graves da doença".

A ECMO funciona por meio de uma máquina, capaz de agir como um pulmão e um coração artificiais para pacientes que estão com os órgãos comprometidos. A técnica tem uma ação mais complexa em relação ao ventilador mecânico, que não substitui a função do pulmão, mas apenas fornece um fluxo de ar para o interior deles. Entenda como funciona a ECMO.

Saúde