PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Conteúdo publicado há
1 mês

STF e Congresso prestam homenagens aos 400 mil mortos por covid no Brasil

Ministro do STF Luiz Fux lembrou os mais de 400 mil mortos por covid-19 no Brasil ao abrir a sessão de hoje - Felipe Sampaio/STF
Ministro do STF Luiz Fux lembrou os mais de 400 mil mortos por covid-19 no Brasil ao abrir a sessão de hoje Imagem: Felipe Sampaio/STF

Do UOL, em São Paulo

29/04/2021 15h28Atualizada em 29/04/2021 20h33

A Câmara dos Deputados, o Senado e o STF (Supremo Tribunal Federal) fizeram um minuto de silêncio na tarde desta quinta-feira (29) para homenagear os mais de 400 mil mortos pela covid-19 no Brasil. A marca foi ultrapassada hoje, com um total de 400.021 mil mortos no país.

"Infelizmente as notícias que nos chegam indicam que hoje alcançamos a marca de 400 mil mortos. Esse fato tem uma implicação com a abertura do nosso plenário na medida que lamentavelmente, por essa doença, faleceu na data de ontem o ministro Walmir Oliveira da Costa, do TST", disse o ministro Luiz Fux na abertura da sessão do STF.

Na Câmara, a deputada Rosaneide (PT-MT) foi quem pediu que os parlamentares parassem por um minuto em homenagem aos mortos.

No Senado, o presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), abriu a sessão de hoje pedindo um minuto de silêncio em pesar pela "infeliz e triste marca de mais de 400 mil mortos no Brasil em face da pandemia do coronavírus".

De acordo com o levantamento da Universidade Johns Hopkins, o Brasil ocupa o segundo lugar no número de óbitos em decorrência da doença, atrás apenas dos Estados Unidos, com mais de 500 mil mortes. Quanto ao número de casos, o país ocupa a terceira posição, atrás de Estados Unidos e Índia, que enfrenta uma alta acelerada de infectados. De acordo com o consórcio de imprensa, o Brasil tem 14.541.806 casos confirmados de covid-19 desde o início da pandemia.

Leia a íntegra da fala do ministro Fux:

"Gostaria de, ao iniciar essa sessão, manifestar mais uma vez a minha profunda solidariedade em meu nome e em nome de todos os integrantes da Corte às vítimas dessa pandemia que assolou nosso país.

Infelizmente as notícias que nos chegam indicam que hoje alcançamos a marca de 400 mil mortos. Esse fato tem uma implicação com a abertura do nosso plenário na medida que lamentavelmente, por essa doença, faleceu na data de ontem o ministro Walmir Oliveira da Costa, do TST.

Por isso que, em ofício encaminhado pelo STF, representando vossas excelências, estou manifestando as nossas condolências dirigidas diretamente à presidente da Corte, Sua Excelência [Maria] Cristina Peduzzi, e faremos consignar em ata também esse nosso voto de pesar para com a sua família".

Saúde