PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Covid: Rio inicia vacinação com primeiro lote da Pfizer amanhã

O intervalo de aplicação entre uma dose e outra da Pfizer é de três meses, segundo o Ministério da Saúde. - Dado Ruvic/Reuters
O intervalo de aplicação entre uma dose e outra da Pfizer é de três meses, segundo o Ministério da Saúde. Imagem: Dado Ruvic/Reuters

Colaboração para o UOL

03/05/2021 19h51

A Prefeitura do Rio vai iniciar a vacinação com as primeiras doses da Pfizer amanhã. Ao município foram destinados 46.800 imunizantes, destinados à vacinação de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas, e pessoas com deficiência permanente.

Segundo recomendação do Ministério da Saúde, a aplicação das doses precisa acontecer em até cinco dias, pois a refrigeração das salas de vacinação varia entre 2 e 8ºC.

No mês passado, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) flexibilizou as exigências de armazenamento da vacina da Pfizer. Antes, os frascos tinham de ser guardados em temperaturas entre -90º e -60º. Com a alteração, as ampolas podem ser armazenadas em temperaturas entre -25º e -15º por um período de até 14 dias.

O intervalo de aplicação entre uma dose e outra da Pfizer é de três meses, segundo o Ministério da Saúde.

Até o momento, 1.518.217 cariocas já receberam a primeira proteção contra covid-19. Isso corresponde a 22% da população.

A primeira remessa da vacina, com um milhão de doses, chegou ao Brasil na semana passada.

Saúde