PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Em dia de aplicação para 28 anos, vacina falta em pelo menos 3 postos em SP

Fila em posto de vacinação em Pinheiros, na manhã desta sexta-feira - Juliana Arreguy/UOL
Fila em posto de vacinação em Pinheiros, na manhã desta sexta-feira Imagem: Juliana Arreguy/UOL

Juliana Arreguy

Do UOL, em São Paulo

30/07/2021 10h36

Na fila da vacina contra a covid-19, na UBS Geraldo de Paula Souza, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, o receio de quem aguarda é que as doses acabem antes de conseguir se vacinar. O UOL ouviu relatos de pessoas que tiveram de deixar um posto de saúde próximo por falta de vacina no primeiro dia de imunização da faixa etária de 28 anos na capital paulista.

A reportagem consultou a plataforma "De olho na fila", da Prefeitura de São Paulo, e constatou que três postos de vacinação da região central aguardavam abastecimento por volta das 9h —o posto volante na escola de samba Vai-Vai e a UBS Nossa Senhora do Brasil, na Bela Vista, e a UBS Dr. Manoel Joaquim Pera, na Vila Madalena, zona oeste.

A coordenadora de princing Amanda Nascimento, 28, relatou à reportagem ter chegado por volta de 7h na UBS Dr. Manoel Joaquim Pera, a menos de dois quilômetros da UBS Geraldo de Paula Souza. O horário corresponde ao momento em que o posto de saúde inicia os trabalhos, mas segundo Amanda a fila de espera já "virava o quarteirão".

Por volta de 8h20, quem estava lá foi avisado de que as doses tinham acabado. "Disseram a uma menina na fila há muito tempo que tinha cerca de 100 doses e acabou", contou.

O jeito, explicou, foi procurar outro lugar para se vacinar. O êxodo foi acompanhado por outras pessoas que enfrentaram a mesma situação.

Amanda, Caio e Felipe decidiram pegar um Uber juntos em busca de outro posto vacinação - Juliana Arreguy/UOL - Juliana Arreguy/UOL
Amanda, Caio e Felipe decidiram pegar um Uber juntos em busca de outro posto vacinação
Imagem: Juliana Arreguy/UOL

Os gêmeos Caio Lealdini Righi e Felipe Lealdini Righi, 28, aguardaram 15 minutos na fila. Quando foram alertados de que não havia quantidade suficiente de vacinas para todos, também decidiram procurar o posto mais próximo.

"Não sabia para onde ir. Foi um fenômeno engraçado, porque de repente ficou um monte de jovem no celular pesquisando no mesmo momento", relatou Caio.

Enquanto buscavam outra unidade de saúde conheceram a analista de sistema Letícia Trindade, mais uma que procurava um novo local para se imunizar. Os três dividiram um Uber até a UBS Geraldo de Paula Souza.

"Ficou lá só o pessoal que precisava tomar a segunda dose", disse Caio. "Mas achei estranho não avisarem que havia poucas doses, já que a fila era bem grande".

Procurada pela reportagem, a Secretaria Municipal de Saúde disse que "já está sendo realizado o remanejamento entre as unidades" e que a UBS da Vila Madalena "será reabastecida o mais brevemente possível".

Saúde