PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Covid: 129,7 milhões de brasileiros completam vacinação, 60,8% da população

Quase 130 milhões de brasileiros completaram a vacinação contra a covid-19 - Denny Cesare/Código19/Estadão Conteúdo
Quase 130 milhões de brasileiros completaram a vacinação contra a covid-19 Imagem: Denny Cesare/Código19/Estadão Conteúdo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/11/2021 20h03

Mais de 129,7 milhões de brasileiros já completaram a vacinação contra a covid-19, como mostra o boletim divulgado hoje pelo consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte. Até o momento, 129.703.343 brasileiros receberam a segunda dose ou a dose única de imunizante, o que representa 60,8% da população do país. Os dados foram fornecidos pelas secretarias estaduais de saúde.

O esquema vacinal foi concluído por 602.720 pessoas nas últimas 24 horas - destas, 575.013 tomaram a segunda dose e outras 27.707, a única. Também foram aplicadas 143.090 primeiras e 294.031 de reforço no mesmo período. No total, entre ontem e hoje, houve a aplicação de 1.039.841 doses de imunizante em todo o país.

Até o momento, 158.049.247 brasileiros foram vacinados com a primeira dose, o equivalente a 74,09% da população nacional. Também houve a aplicação de 14.315.930 doses de reforço.

O estado de São Paulo continua na primeira posição entre aqueles com a maior parcela de sua população com vacinação completa: 73,48% de seus habitantes. Mato Grosso do Sul (69,39%), Rio Grande do Sul (66,39%), Santa Catarina (65,57%) e Paraná (64,63%) completam os cinco primeiros.

Em termos percentuais, os paulistas também estão à frente quanto à aplicação da primeira dose: 81,25% de sua população. A seguir, aparecem Santa Catarina (77,69%), Rio Grande do Sul (76,95%), Paraná (76,76%) e Minas Gerais (76,05%).

Pfizer afirma que sua vacina é 100% eficaz em adolescentes após 4 meses

A vacina contra o coronavírus da Pfizer permanece "100%" eficaz em adolescentes de 12 a 15 anos de idade mais de quatro meses após a segunda dose, informou a empresa nesta segunda-feira (22).

A vacina Pfizer-BioNTech possui atualmente uma autorização de uso emergencial para adolescentes, em vigor desde maio nos Estados Unidos.

As empresas divulgaram informações atualizadas sobre seu ensaio clínico nesta segunda-feira, com base em mais de 2.200 menores de 12 a 15 anos.

Os participantes foram avaliados por pelo menos quatro meses após a segunda injeção: entre os adolescentes que receberam o placebo, houve 30 casos de covid-19 e nenhum no grupo vacinado. Ou seja, foi 100% eficaz contra os casos sintomáticos da doença.

Veículos se unem pela informação

Em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de covid-19, os veículos de comunicação UOL, O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo, O Globo, g1 e Extra formaram um consórcio para trabalhar de forma colaborativa para buscar as informações necessárias diretamente nas secretarias estaduais de Saúde das 27 unidades da Federação.

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, deveria ser a fonte natural desses números, mas atitudes de autoridades e do próprio presidente durante a pandemia colocam em dúvida a disponibilidade dos dados e sua precisão.

Saúde