PUBLICIDADE
Topo

Saúde

Saúde prevê vacinar novamente até fim do ano quem tomou 1ª dose da Janssen

Vacina da Janssen deve ser novamente aplicada em todos que tomaram a primeira dose com o imunizante até o fim do ano - KAMIL KRZACZYNSKI / AFP
Vacina da Janssen deve ser novamente aplicada em todos que tomaram a primeira dose com o imunizante até o fim do ano Imagem: KAMIL KRZACZYNSKI / AFP

Do UOL, em São Paulo

22/11/2021 14h08

O Ministério da Saúde trabalha com a previsão de vacinar novamente quem recebeu a primeira dose da Janssen até o fim deste ano. Em entrevista à TV Globo, a secretária de enfrentamento ao covid-19, Rosana Leite Melo, disse que novas doses do imunizante devem começar a ser liberadas nesta semana.

Na última terça-feira (16), o Ministério da Saúde comunicou que as pessoas que iniciaram a imunização com a Janssen, na época considerada dose única, precisariam se vacinar novamente com outra injeção do mesmo fabricante antes de receberam o reforço.

Na prática, a mudança significa que o imunizante passará a ser considerado como de duas doses, apesar de a secretária falar em 'reforço'. Segundo Rosana, a recomendação é de que a aplicação da segunda dose ocorra em um intervalo de dois a cinco meses.

"A Janssen é um reforço com intervalo mínimo de dois meses, mas pode ser até 5 meses. Nossa projeção é que até final de dezembro todos terão vacina para tomar esse reforço", disse a secretária.

No Brasil, ao todo, 4.552.560 pessoas foram vacinadas contra a covid-19 com a dose única da Janssen, segundo última atualização divulgada pelo consórcio de veículos de imprensa, do qual o UOL faz parte, baseada em dados das secretarias estaduais de Saúde.

Segundo a secretária, a maioria da vacinação ocorreu entre julho e agosto, sendo que o prazo para a segunda dose será respeitado caso o imunizante volte a ser disponibilizado nos próximos dias.

O Brasil recebeu na última quinta-feira (18) 1 milhão de doses da Janssen. O volume é parte do total de 38 milhões de vacinas encomendadas pelo órgão até o fim de 2021. A programação é de que seja feita a entrega de 7,8 milhões em novembro e 28,4 milhões em dezembro.

Rosana diz que ainda nesta semana as doses devem começar a ser distribuídas a estados e municípios para aplicação em quem iniciou a imunização com a Janssen.

A expectativa é que o excedente seja aplicada como dose se reforço para quem recebeu duas doses da Pfizer, como solicitado pela fabricante à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Saúde