Covid-19: São Paulo amplia imunização com segunda dose da vacina bivalente

O estado de São Paulo ampliou a imunização contra a covid-19 com a segunda dose da vacina bivalente.

O que aconteceu

Agora, idosos acima de 60 anos e imunossuprimidos poderão receber um reforço contra a doença. Para receber a aplicação da nova dose, o paciente deve ter recebido a última há pelo menos seis meses. O imunizante é da Pfizer.

Cada município ficará responsável por definir seu calendário de aplicação. Segundo o governo estadual, todas as cidades estão abastecidas com estoques regularizados.

Ampliação das aplicações segue recomendação do Ministério da Saúde. "O Brasil tem registrado novas variantes. A última no estado de SP foi em outubro. Desta forma, é primordial que a população procure os postos de vacinação e receba o reforço contra a covid-19, principalmente os grupos prioritários, como idosos e imunossuprimidos", disse a diretora do Centro de Vigilância Epidemiológica, Tatiana Lang D'Agostini.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes