PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

União Química demonstra interesse em estudos clínicos de vacina Sputnik V no Brasil, diz Anvisa

Anvisa informa que União Química tem interesse em realizar estudos da Sputnik V no Brasil - The Russian Direct Investment Fund (RDIF)/Handout via REUTERS
Anvisa informa que União Química tem interesse em realizar estudos da Sputnik V no Brasil Imagem: The Russian Direct Investment Fund (RDIF)/Handout via REUTERS

Maria Carolina Marcello

21/01/2021 18h54

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) afirmou nesta quinta-feira que representantes da União Química disseram ter interesse em cumprir todas as etapas regulatórias exigidas para avançar com os estudos clínicos no Brasil da vacina Sputnik V contra a Covid-19.

A agência disse ainda, em nota, que realizou reunião com o laboratório União Química, mas ainda não houve a apresentação de pedido de uso emergencial da vacina russa ou a apresentação de documentos novos para autorização de pesquisa no Brasil.

"Esse tipo de encontro faz parte da estratégia que a Anvisa tem adotado com todas as empresas que pretendem ter vacinas autorizadas no Brasil", diz a nota.

"Durante a reunião, os representantes da União Química afirmaram que estão interessados em cumprir todas as etapas revogatórias exigidas pela Anisa para avançar com os estudos clínicos no Brasil."

Mais cedo a farmacêutica brasileira disse ter começado um teste de produção do ingrediente ativo necessário à produção da vacina russa. Também afirmou que planeja fabricar a própria vacina em abril, o que faria dela a primeira feita inteiramente no Brasil.

Coronavírus